sexta-feira

A vivência da PEP - Profilaxia Pós exposição


Desde o início desse ano estou numa relação. Ele não tem o vírus, mas eu resolvi abrir o jogo e falar que eu sou soropositivo para HIV desde o primeiro dia. Dessa forma evitaria qualquer situação mais complicada no futuro.
Era para ser uma relação sexual como qualquer outras, mas quando demos conta tivemos um pouco de penetração sem o uso do preservativo. Como minha carga viral é indetectável (e por isso as chances de transmitir o vírus são baixas) acabamos relaxando um pouco mais. Entretanto, eu fiquei muito tenso e conversei com ele sobre a importância dele fazer a PEP. Decidimos que essa seria a melhor opção. Fomos juntos à sua consulta para a PEP exatamente no lugar onde eu me trato, explicamos o que ocorreu, refez o exame (negativo) e iniciou a PEP – acordando que voltaria após um mês para refazer o exame para HIV. Durante esse processo ele me escreve:

“Imo. Âmago. Posto pra fora. Vivenciar o mal estar, os arrepios, a toxicidade, as contorções involuntárias do piloro. Em meio a todo o caos, a letargia reina. Um viver em sofrimento, em sofrência, em sofreguidão. Respirar é complicado, deitar é complicado, ficar em pé é complicado, pensar é complicado demais para os reles mortais. Nunca mais digo que é so um remedinho. Ou que é igual diabetes. Jamais algo comparável nesse sentido. Nunca mais forçar uma brincadeirinha agora faz todo o sentido do mundo. Uma experiência única e um aprendizado pra vida. A mensagem é que um “não” quer dizer “não”, e uma hora de prazer não valem um mês da sua vida sob efeito colateral. Ou quem sabe o resto dela. E não se passa mal em silêncio, começam a brotar as faltas eventuais ao trabalho, atrasos por não conseguir acordar para a vida na madrugada, comentários morais maliciosos em detrimento ao eventual etilismo. E pra piorar não te deixam cursar com a fitoterapia alternativa. A falta de ar começa a ser psicológica além da física. Dorme, acorda, come, reza, dorme. Como manter o silêncio sobre a real situação ao seu chefe? Alegar acidente biológico no trabalho? Mais trabalho ainda. Porque não fez o CAT? Mentir jamais, omitir se possível. Evita o tropeço nas próprias pernas. E em casa? Não mãe, eu não estou me embebedando diariamente, só não quero te falar algo sigiloso da minha relação interpessoal com seu futuro genro incrível maravilhoso que ao menos conheces ainda. O alinhamento cósmico esteve falho. Não pretendo apresentá-lo a ti pelo estigma. Mudamos de assunto, deve ser só uma virose. Que desculpa irônica.

Em menos de uma semana de uso da medicação ele abandonou a PEP, mesmo contra minha vontade – não suportou conviver com os colaterais similares ao início do tratamento. Não suportava lidar com ânsias de vômitos e desconforto estomacal.
Um mês depois do fato ocorrido foi na sua última consulta como planejado e fez mais um exame: negativo para HIV. Foi só um susto (e muita experiência)!




O que é a PEP?

PEP significa Profilaxia Pós-Exposição. É uma forma de prevenção da infecção pelo HIV usando os medicamentos que fazem parte do coquetel utilizado no tratamento da Aids (Zidovudina + Lamivudina) , para pessoas que possam ter entrado em contato com o vírus recentemente, através da exposição ocupacional, no caso de profissionais de saúde ou pelaexposição não ocupacional (sexual), ocorrida em casos de sexo sem camisinha ou de violência sexual. Esses medicamentos, precisam ser tomados por 28 dias, sem parar, para impedir a infecção pelo vírus, sempre com orientação médica.

58 comentários:

Joao Maximo disse...

Ufff!!!

Cara Comum disse...

Legal isso! Muita gente não tem noção do que é uma PEP e de que tem direito a esse recurso...

Homem, Homossexual e Pai disse...

Nos EUA a PreP parece estar se tornando algo rotineiro, mas não apenas por pessoas envolvidas em relacionaemntos... tem um lado meu que não acha legal, tem outro que acha bom para as pessoas terem mais liberdade... não tenho problema com a camisinha entao vou ficar com ela mesmo!

Ewerton Tauan disse...

Me identifiquei com o relato, em julho desse ano, mesmo sabendo da sorologia do meu amigo e da carga viral alta, me permiti um relacionamento sem proteção, sem penetração, logico!
no dia seguinte fiquei muito pensativo mediante a minha atitude e 24h após decidi ir ao posto realizar o exame e fui medicado com a PEP, os efeitos colaterais são horriveis e durante uma semana eu fiquei pré-depressivo e decidi abandonar o medicamento. Felizmente refiz o exame e deu não reagente ao virus. Uma nova oportunidade de repensar certas atitudes me foi dada.

Heráclito de Éfeso disse...

Olá Ewerton(Ou outro amigo que tenha tido experiência com PEP) .

Você fez o uso da PEP...

Gostaria de fazer duas perguntas, se puder responder (pode ser inbox);
1 - A pessoa com a qual você se relacionou, era soropositiva?
2 - A PEP funcionou e você não contraiu o vírus hiv?

Obrigado pela atenção.

Heráclito de Éfeso disse...

Perdão, Ewerton...

Não entendi quando disse: Sem proteção, sem penetração...

Sem proteção seria o que neste caso?
(Sem proteção deu idéia que houve a penetração, sem proteção)

Obrigado!

pephivfaseaguda@gmail.com disse...

Ola irmão.
Tive uma relação com uma pessoa soropositiva que nao se tratava, e usei a PEP. Se puder me envie um e-mail com seu whats/telefone, gostaria de trocar ideias sobre experiencia com a PEP.
E-mail: pephivfaseaguda@gmail.com
Obrigado! E obrigado ao criador do site pela oportunidade...!

pephivfaseaguda@gmail.com disse...

Ola irmão.
Tive uma relação com uma pessoa soropositiva que nao se tratava, e usei a PEP. Se puder me envie um e-mail com seu whats/telefone, gostaria de trocar ideias sobre experiencia com a PEP.
E-mail: pephivfaseaguda@gmail.com
Obrigado! E obrigado ao criador do site pela oportunidade...!

Anônimo disse...

Pessoas com HIV e em tratamento,com a carga viral zerada não transmitem a doença.casais sorodiscordantes fazem sexo sem preservativo e não se contaminam,lembrando a carga viral tem que estar zerada.Logo a Pep tem uma boa eficácia mas não é 100℅ .Não deixem de usar o método de barreira.Hoje em dia as pessoas estão dando menos importância pra Aids pois não vêem as pessoas definhando e morrendo disso como na década de 90.Cuidem de vcs
A paixão de hoje não vale o Inferno da vida toda.

Anônimo disse...

Ola boa noite Me chame de Paulo. Tive uma relação com uma pessoa, que parece ter infecção, sabe não é julgando mas as vezes acho que a pessoa furou de proposito o preservativo. Bom fiquei angustiado, ai apos 28 a 30 horas fui ao medico e fui medicado com a Pep, tomei os remedios por 30 dias, eram somente 28 dias, acabei tomando por 30 dias. Tem chances de eu não ter contraido doença? grato

Anônimo disse...

Tive uma relação sexual e o preservativo se rompeu. Perguntei para o meu parceiro se estava tudo bem com sua saúde e ele me disse que sim. Depois conversamos novamente e ele me disse para não me preocupar pois ele sempre se testava. Depois de quase completar as 72h, fui a um CTA e optei pela PEP. No segundo dia já me senti muito doente. Febre alta, dores estomacais, vômitos constantes e muita dor de cabeça e no corpo. Ainda me falta muito tempo para encerrar o tratamento, mas já penso em desistir, pois os efeitos colaterais são muito fortes e me impossibilitam de fazer qualquer coisa que não seja ficar deitado ou dormindo.

Anônimo disse...

Então, vamos lá. Primeiro: não interrompa o tratamento de maneira nenhuma. pense assim...o que é melhor? Sofrer efeitos colaterais por 28 dias ou ter que tomar esses remédios por toda a vida? Se vc estiver com os olhos e a pele amareladas beba bastante águas que melhora. Eu já fiz PEP e te garanto que esses efeitos tendem a desaparecer ou a diminuírem em até 10 dias. Não desista!

Anônimo disse...

Olá amigo, estou fazendo o tratamento PEP a 3 dias devido a ter estourado a camisinha com uma travesti (eu fui só ativo), hoje foi o pior dos dias, acordei com a pressão caindo, achando que eu iria desmaiar, a travesti me garantiu não ser soropositiva, mas sempre fica a dúvida, por isto fui atrás do tratamento, o pior é que eu tenho um relacionamento, um namoro de quase 7 anos, e foi após uma semana de brigas em um momento de fraqueza em que fiz a MERDA, se der negativo, que fique de lição, espero não piorar mais, estou ingerindo diversos alimentos nutritivos que melhoram a imunidade do organismo, mas já está difícil.

Anônimo disse...

Eu gostaria de saber também se os olhos amarelados desaparecem após algum tempo de tratamento... Se puder responder por aqui mesmo fico grato, estarei acompanhando o tópico durante o tratamento

Anônimo disse...

Oi,eu sofri um estrupo,e no dia seguinte recorri ao hospital, me informei na internet, até então não sabia sobre o PEP.hoje e meu primeiro dia, os efeitos são realmente ruína,mais n irei parar .
Meu único desespero e não ter eficácia e daqui a uns meses receber a notícia inesperada.

Anônimo disse...

Iniciei há 3 dias o PEP, depois de 30h da exposição. Sempre me cuidei muito, E estourou a camisinha com uma pessoa que eu não conheço. Ainda não senti nenhum efeito severo. Apenas vertigem e uma moleza. Não abandonarei o tratamento mesmo que eu fique pior. Um amigo meu fez o PEP e não sentiu nada nos 28 dias. Varia muito de pessoa para pessoa. Mas o emocional conta muito. Eu, como sou muito ansioso, tendo a sentir tudo que me falam, etc. Mas até agora está "tudo bem".

Realmente é complicado todo esse processo, a marginalidade que o vírus hiv ainda tem em seu histórica é a pior parte. Quando nos vemos nessas situações, é que repensamos tudo. O pior é estar numa relação de anos, e não querer contar o que está acontecendo. Vamos ver até onde dura, pois é difícil esconder sintomas colaterais.

Que tudo dê certo... para todos! Seja como for.

Irmão Barros disse...

Desaparece sim , beba bastante água , ajuda , e vc teve algum efeito colateral? Comecei hoje a PEP

Anônimo disse...

Comecei a pep hoje, acabei de tomar os comprimidos. Sou profissional de saúde e já abandonei a pep que comecei a tomar após um acidente de trabalho, ficou tudo bem... Os relatos me deixaram com medo, não sei se vou suportar todos esses sintomas, espero que eles não apareçam. E não beber no carnaval vai ser foda tb...

Alguem disse...

Estou a 5 dias na pep e meus olhos e pele estão amarelados, alguém ficou assim?

Alguem disse...

Oi seus olhos melhoraram? O que você fez?

Unknown disse...

Sim em pesquisa todos ficam com olhos amarelos!!!

Anônimo disse...

Estou no meu terceiro dia já tive febre vômito, diarreia,dor de cabeça, dor nos rins, insônia e agora meu anus está doendo, tipo como se tivesse assado. Bom espero que depois que terminar esse inferno de 30 dias não fique com nenhuma sequelas nem com o vírus nem com nada

Anônimo disse...

Estou no 14º dia de pep, devido a uma exposição por sexo oral com um travesti (tanto ativo como passivo). Sei que o risco é pequeno mas existe, portanto decidi pelo tratamento iniciado 14hs após a relação. No início os sintomas são mais pesados, como diarréia e bastante cansaço. Mas não deixei de tomar nenhum dia no horário correto. Hoje já não sinto tanto efeitos, só uma fadiga que acredito ser mais de ansiedade e preocupação com todo o acontecido. Apenas os olhos amarelos que é um pouco difícil de esconder, mas estou bebendo bastante agua e ajuda, mas mesmo assim ficam um pouco amarelo. Agora é torcer para dar tudo certo, não desistam do tratamento que os efeitos melhoram com o passar dos dias. E principalmente aprendam a lição se der tudo certo, eu espero realmente que o meu dê certo!!!! Para ficar mais uma lição de vida e amadurecimento!!! Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

boa noite
se resolveu tomar a pep nao abandone.
estou tomando, já estou no quinto dia, os efeitos colaterais sao terriveis, mas se vc for forte e com fé em Deus tudo vai dar certo.
como fiz com um desconhecido (fui ativo), a camisinha rompeu, segundo ele nao tinha nada. mas por desencargo de consciencia resolvi tomar o remedio. bora até os 28 dias.

Anônimo disse...

Fiquem tranquilos que os efeitos colaterais passam, estou no 19 dia e não sinto nada. Meus olhos já estão normais. Muito importante fazer uma dieta leve e beber bastante água.

Anônimo disse...

Pessoal, estou no dia 23. Bastante cansaço, mas está acabando, faltam 5 dias. Fiz um primeiro teste com 22 dias e deu não reagente, ainda terei que fazer outros, mas já é uma probabilidade menor pois os de 4ª geração costumam positivar geralmente com 20 dias independente do pep. Realmente os remédios são bem fortes, são uma bomba para o organismo, mas necessários e indispensáveis. Tomara que de certo e que fique mais este aprendizado. Sexo sempre com proteção!!!

Anônimo disse...

Pessoal, terminei o PEP, tomei os 28 dias certinhos, já me sinto bem melhor agora. Realmente não é uma das melhores experiências, efeitos colaterais, ansiedade, etc. Aconselho a todos que estão lendo isso aqui e que estão no pep que não desistam, façam o tratamento até o final. Fiz o teste com 21 dias e agora com 30 dias, ambos negativos. Farei mais um com 90 dias, mas o risco agora é muito muito baixo de acordo com a médica. Tirei isso da minha cabeça e vou seguir minha vida. Com muito aprendizado e amadurecimento para ser mais responsáveis. Este período serviu também para quebrar muitos preconceitos com relação ao HIV. Enfim, bola para frente. Desejo boa sorte e sucesso na vida de todos voces.

Unknown disse...

Pessoal, estou tomando PEP há seis dias e não sinto muitos sintomas durante o dia. Somente a noite tenho insônia e acordo com o corpo quente. Vocês passaram por isso?

Anônimo disse...

Quanto tempo depois dos 28 dias acaba os efeitos colaterais?

Anônimo disse...

Sim no começo é normal suares noturnos, depois melhora, beba bastante água e se alimente bem que ajuda muito. Os efeitos passam um dia após terminar, é bem rápido. Parou de tomar, fez o exame, tudo negativo, vida que segue. Confie nisto.

Anônimo disse...

Olá pessoal!
Também estou fazendo a PEP, faltam 14 dias para o fim da prevenção. Intitulei esse tratamento como ''Project Alice''. ^^

Bem, eu comecei a fazer o PEP (que por sinal eu era um ignorante pra isso) depois que meu ficante me disse que era soropositivo.

Segue a história...

Na nossa última relação a camisinha estourou, sendo q ele tirou rapidamente a camisinha e colocou uma nova. Bem, até aí tudo bem. Não fizemos sexo desprotegidos em nenhum momento quando estávamos a sós durante ''o relacionamento''. No outro dia, pela manhã, ele me leva até ao posto de infectologia (que por sinal eu já conhecia, pq as vezes vou lá fazer testes) que por sinal achei legal a intenção dele de irmos fazer o teste juntos... Mas não foi como eu havia pensado. Ele simplesmente me mostrou seu exame constando que é soropositivo. MEU MUNDO C-A-I-U! Fiquei mega surpreso. Um verdadeiro baque! Mas... quando eu caio, eu me levanto. Entrei na sala pra conversar com a psicóloga e outros profissionais. A princípio, eles mandaram eu fazer um teste rápido pra saber se estava contaminado ou não. O resultado foi NÃO REAGENTE. Com isso, eles me indicaram iniciar o PEP para melhor prevenção do contágio do vírus. Ambos agentes de saúde me asseguraram que as chances são mínimas de eu ter sido infectado ou até mesmo acreditam que eu não tenha (e que eu não tenha mesmo! Em nome de Jesus).
Motivos:
- ele faz tratamento corretamente; sua carga viral está baixa*1
- o contágio não foi por meio de sangue ou sexo desprotegido*2
- iniciei fazer a prevenção bem antes de completar às 24h*3

Não vejo a hora de concluir esse tratamento, pq os remédios são muito forte. Não vejo a hora também de retomar a minha rotina com my friends e dar um fim no ''Project Alice''.

Juan disse...

Comecei a pep ontem até agora nenhum sintoma a não ser dores no estômago..
Espero que não eu não sofra tanto hahahahha

Anônimo disse...

Boa noite, gente! Finalmente encontrei este espaço para desabafar e, quem sabe, esclarecer algumas dúvidas. O meu caso é o seguinte: Primeiramente, não tenho problemas mentais, apenas questões psicológicas que provavelmente devam ser resolvidas. Mas enfim. A questão é que sou virgem. Tive dois namorados, mas não consegui fazer sexo com nenhum deles. Por insegurança e por acreditar que não eram as pessoas certas. Sempre acreditei que sexo fosse algo para ser feito com alguém especial. Minha opinião. Pois bem, no dia 23 de março fiquei com um garoto que acabou revelando-me ser soropositivo. Porém, foram apenas beijos. Mas eu estava fazendo um tratamento dentário e minha gengiva estava aberta. Ela contou, mas me mostrou os exames provando ser 'indetectável' e disse que não estava com a boca cortada ou algo assim, e por tanto, não havia risco de transmissão. Mas ainda assim fiquei bastante apreensivo. Por ser virgem e pouco experiente. Quando ele me falou sobre o pep, acabei decidindo ir ao posto, pouco antes de completar as 72 horas e buscar pelos remédios. Como sabia que não me permitiram tomar alegando ter apenas beijado, decidi contar que havia feito sexo sem preservativo. A médica me passou os três frascos, me orientou e comecei o tratamento imediatamente. Gente, aos que realmente se expuseram ao risco, não desistam, por favor! Mas não vou mentir. Estou vivendo um pesadelo. Desde que comecei a tomá-los e até mesmo hoje, em que já os encerrei (terminei no dia 23 deste mês) minha saúde virou um verdadeiro caco. Um caos de verdade. Depois de uma semana de medicamentos, comecei a ter diarréia constante, suores noturnos, meus lábios estouraram e tive muita febre. Dez dias assim decidi ir ao médico, mas acabei ocultando o uso dos remédios, e ele constatou apenas infecção de garganta. Me receitou antibióticos e os tomei por seis dias, junto à medicação da pep. Sei que foi loucura. Mas minha garganta dois muito e meus dois ouvidos estavam completamente obstruídos. Não sei as consequências para isso, nem se poderia ter tomado ambas as medicações. O fato é que a dor de garganta persistiu. Hoje, decidi tomar uma benzetacil, por conta própria. Porque estou muito mal. Inchado, sinto muito fraqueza, principalmente nas pernas, coração acelerado e dor de garganta. Não sei se tudo isso foi reflexo da minha escolha em tomar os medicamentos da pep por ter somente dado alguns beijos. O fato é que, no momento estou há um mês adoentado e triste e já não sei o que fazer. Marquei uma consulta particular para ver a garganta, na próxima semana. Não tenho com quem desabafar e nem amigos da área de saúde que possam me fornecer quaisquer esclarecimentos. Mas estou confiante em Deus que ficarei bem. Só quero melhorar. Mais alguém passou muito mal durante o tratamento e em quanto tempo foi a recuperação. Fico grato desde já. Ps: Durante o tempo em que tomei o trio de medicamentos também perdi todo o libido sexual. Não sei se isso é normal, mas a médica não me falou nada a respeito quando me passou os medicamentos. Agradeço pelo espaço e peço opiniões amáveis e sem julgamentos, por favor. Abraço a todos

Anônimo disse...

Ps: Desculpem-me pelos eventuais erros, digitei pelo celular. Onde se lê "ela" é, na verdade, ele.

Anônimo disse...

Olá anônimo do dia 27/4, eu terminei dia 25 a PEP e também senti coisas estranhas, semana passada mesmo, um dia fraqueza, um pouco de resfriado, segunda agora senti leves náuseas de manhã, fora olhos e pele amarelada desde o início, estou com tosse essa semana, e ontem a noite senti meu corpo quente, como se estivesse com um pouco de febre, mas foi o primeiro dia mais frio aqui, mesmo assim comecei ficar muito preocupado também.... mas logo estaremos bem amigo, não se preocupe.

Héctor

Anônimo disse...

Olá, Héctor. Pode me chamar de Gustavo. Espero que fiquemos bem logo, meu caro. Não sei mais que desculpas dar aos familiares e amigos, exceto para minha melhor amiga a quem contei, sobre estar doente há um mês. Hoje (28/04) estou com um pouco de taquicardia e fraqueza nas pernas, que ficam tremendo. Espero que esses efeitos passem logo. Preciso retomar minha vida. Obrigado por compartilhar seu histórico. Continue comentando

Anônimo disse...

Ok Gustavo, quando começamos encanar é difícil parar né? ficamos associando tudo.... qualquer sintoma, é exaustivo, acaba com a gente, antecipamos nosso fim, mas vai dar certo amigo não pare de comentar também!!!

Hec.

Anônimo disse...

Fiz os 28 dias da pep com o esquema com atazanavir, tenofovir, rinotavir e lamivudina. Não senti quase nada de efeito. Me alimentei e trabalhei normalmente.

Anônimo disse...

Fiquei com tosse ao finalizar a PEP, será que nao deu certo? Estou desesperado

Anônimo disse...

Galera foi ótimo encontrar esse blog.
Comecei o PEP hoje.

Tive uma relação sexual com uma mulher que eu tinha acabado de conhecer. A relação penetração foi protegida com camisinha. Mas o sexo oral que acabei fazendo nela foi desprotegido. Não sei se ela é soropositivo. Mas por precaução acabei começando o tratamento . Sei que o risco é baixíssimo mas um ferimento em minha boca me fez entrar em desespero.

Felipe disse...

Boa noite!
Estou começando hoje a PEP. Estou preocupado com os comentários que li a respeito com relação aos efeitos colaterais. Espero não sofrer muito com isso.
Tive uma relação desprotegida no último fim de semana. Estou no prazo para iniciar o tratamento, acabei de tomar os 3 comprimidos que me foram receitados.

A garota que me relacionei aparentemente tem boa saúde. Mas eu não quero arriscar, e por isso procurei o médico hoje e me foi indicado este tratamento.

Como eu trabalho, espero que isso não interfira na minha rotina.
Além de uma boa alimentação e beber bastante líquido, existe alguma outra coisa que possa amenizar os efeitos colaterais? Como por exemplo, exercícios físicos?

Que Deus abençoe todos! E que dê tudo certo!

Felipe disse...

Como postei acima, comecei hoje o inicio da PEP.
E em menos de 6 horas já tive os primeiros efeitos colaterais. Diarréia e insônia. Acordei as 02:45 da madrugada com o desconforto estomacal e até agora não consigo dormir, faltam 10 minutos para eu ir para o trabalho. Eu queria que isso não afetasse meu trabalho, mas parece ser impossível. Mas vamos em frente, faltam 27 dias!

Anônimo disse...

Quero fazer uma pergunta.
Comecei o tratamento a dois dias e percebi que como efeito colateral existe a impotência sexual. Quando acabamos de tomar esse efeito passa ou pode continuar. Alguém que já terminou os 28 duas pode responder por favor?

Anônimo disse...

Ola, anônimo do dia 03 de Maio! A impotência durante o tratamento é "normal" e frequente. Ocorreu comigo também. Consegui me masturbar uma única vez e ainda assim, a quantidade de esperma que saiu foi mínima e amarelada. Terminei o PEP há dez dias, e há dois dias voltei ao pleno funcionamento. Ereções e ejaculação normal. Não se preocupe.

Anônimo disse...

Obrigado amigo anonimo do dia 4 de maio isso me ajuda a prosseguir.

Outra pergunta. Existe algum efeito
colateral como peça ou ganho de peso?

Anônimo disse...

Acredito que não, por ser apenas 28 dias

Anônimo disse...

Voltei hj a consulta 11 dias após terminar o tratamento e ao todo 40 após a exposição, e a médica não pediu o exame. Disse que só na próxima daqui a três meses que fará o teste novamente, é normal isso ou já deveria ter feito o teste hj tb?

Felipe disse...

Com relação a pergunta acima, eu até o momento não perdi e nem ganhei peso. Estou no 3º dia de PEP.
Em relação a outra pergunta do amigo sobre a data em que a doutora pediu o exame, bom, já vi relatos de gente que se testa por conta própria. No meu prontuário existem três testes para fazer o inicial que fiz no dia da consulta, um depois de 30 dias e outro de 90 dias. Mas como disse anteriormente, já vi gente falando que se testou com 24 dias, 30 dias etc. Quando vamos fazer o teste no particular eles perguntam se estamos tomando alguma medicação, neste caso, não sei se os remédios da PEP atrapalham no resultado do exame. Coloquem um nome mesmo que fictício para ficar melhor as perguntas e respostas aqui pelos comentários. Abraços e fiquem com Deus!

Héctor disse...

Olá felipe, depois que terminei os 28 dias da PEP que peguei uma tosse chata, com essa mudança de tempo, e continuo um pouco gripado, não sei se nossa imunidade baixa depois que os remédios acabam

Anônimo disse...

Eu tomo 3 comprimidos 2 vezes ao dia. Isso tá certo? Alguém pode me falar por favor?

Anônimo disse...

Sim 3 comprimidos uma vez ao dia e no mesmo horário por 28 dias.

Anônimo disse...

Estou preocupado! Já fucei a internet toda a procura de relatos de gente que concluiu o tratamento, realizou os testes de 30 e 90 dias após a exposição e que deu certo. Simplesmente as pessoas encerram os relatos. Até agora ainda não encontrei NENHUM! Será que todos positivaram e a PEP não passa de uma farsa? Algo para lhe sentenciar mesmo que você que não tenha nada? Apenas por não querer ficar na dúvida de contrair o vírus? O que há nos medicamentos? Seriam eles o nosso próprio pesadelo, o HIV? Estranho demais isso. Até agora procuro relatos de quem foi até o fim e não apenas ao fim da PEP mas sim até os 90 dias (que é onde se faz o último exame)

Anônimo disse...

Alguém já concluiu o tratamento???

Anônimo disse...

Qual foi a combinação de remédios que passaram para você ?

deyahir daniel disse...

Eu estou há 7 dias com a Pep ,e tenho gases e dores de cabeça mas não intenso,tomara que meus órgãos sem conta ,e angústiante não saber.

Anônimo disse...

Comecei a tomar a Pep esses dias também após relação desprotegida. Mesmo sabendo que a pessoa não possui o HIV (o mesmo havia feito exames a algum tempo) decidi começar. Sou um pouco paranoica e infelizmente os casos aumentaram entre jovens e mulheres, o que aumentou minha preocupação. Enfim, me sinto um pouco mais cansada e estou com os olhos e pele amarelos (isso tá me deixando louca já). Sinceramente estou pensando seriamente em parar, mas estou pensando ainda. Quando a eficiência da medicação, li que é de 95% se não me engano, nos testes que foram feitos, a eficácia foi altíssima e os que não deram certo, posteriormente disseram que não a tomaram certo, então, creio que é bem confiável. Mas precisa ser tomada o quanto antes caso haja exposição. Caso eu decida terminar a medicação, conto os resultados. Abraços e forças a todos.

Pri disse...

Começando hoje a PEP, após uma relação desprotegida com um cara que se aproveitou do fato que eu estava bêbada e inconsciente. Não me lembro de nada, mas ele assumiu que não usou camisinha. Para tornar tudo mais traumático, estava menstruada, o que torna o contágio ainda mais fácil. Estou com muito medo dos sintomas, mas espero que Deus me ajude a não abandonar o tratamento. Vocês tomavam algum remédio para as dores? Há contra indicações para uso de analgésicos, por exemplo?

Anônimo disse...

Bom dia, comecei a pep dia 12/05 e ontem 15/05 passei o dia inteiro mal, não consigo comer, não tenho vontade de fazer absolutamente nada, e o mais difícil é não ter pra quem contar o que está acontecendo!
Moro sozinho em um estado diferente ao da minha família, sei que esta sendo mega difícil suportar os gases excessivo, embrulhos no estômago, dor de cabeça, fraqueza...
Mas tudo isso porque eu trouxe um rapaz do Grindr pra casa e transamos porém no meio da relação ele tirou a camisinha e eu não vi (fui passivo),na hora falei que ele havia vacilado, então fiquei martelando o ocorrido na minha cabeça e é muito torturadora essa dúvida...
Porque alguém tiraria a camisinha durante a relação com um desconhecido se n quisesse passar adiante o que talvez tivesse-lhe sido passado?
É tão ter um lugar para desabafar, tinham que fazer um grupo no whatsapp para a troca de experiências!