sexta-feira

A vivência da PEP - Profilaxia Pós exposição


Desde o início desse ano estou numa relação. Ele não tem o vírus, mas eu resolvi abrir o jogo e falar que eu sou soropositivo para HIV desde o primeiro dia. Dessa forma evitaria qualquer situação mais complicada no futuro.
Era para ser uma relação sexual como qualquer outras, mas quando demos conta tivemos um pouco de penetração sem o uso do preservativo. Como minha carga viral é indetectável (e por isso as chances de transmitir o vírus são baixas) acabamos relaxando um pouco mais. Entretanto, eu fiquei muito tenso e conversei com ele sobre a importância dele fazer a PEP. Decidimos que essa seria a melhor opção. Fomos juntos à sua consulta para a PEP exatamente no lugar onde eu me trato, explicamos o que ocorreu, refez o exame (negativo) e iniciou a PEP – acordando que voltaria após um mês para refazer o exame para HIV. Durante esse processo ele me escreve:

“Imo. Âmago. Posto pra fora. Vivenciar o mal estar, os arrepios, a toxicidade, as contorções involuntárias do piloro. Em meio a todo o caos, a letargia reina. Um viver em sofrimento, em sofrência, em sofreguidão. Respirar é complicado, deitar é complicado, ficar em pé é complicado, pensar é complicado demais para os reles mortais. Nunca mais digo que é so um remedinho. Ou que é igual diabetes. Jamais algo comparável nesse sentido. Nunca mais forçar uma brincadeirinha agora faz todo o sentido do mundo. Uma experiência única e um aprendizado pra vida. A mensagem é que um “não” quer dizer “não”, e uma hora de prazer não valem um mês da sua vida sob efeito colateral. Ou quem sabe o resto dela. E não se passa mal em silêncio, começam a brotar as faltas eventuais ao trabalho, atrasos por não conseguir acordar para a vida na madrugada, comentários morais maliciosos em detrimento ao eventual etilismo. E pra piorar não te deixam cursar com a fitoterapia alternativa. A falta de ar começa a ser psicológica além da física. Dorme, acorda, come, reza, dorme. Como manter o silêncio sobre a real situação ao seu chefe? Alegar acidente biológico no trabalho? Mais trabalho ainda. Porque não fez o CAT? Mentir jamais, omitir se possível. Evita o tropeço nas próprias pernas. E em casa? Não mãe, eu não estou me embebedando diariamente, só não quero te falar algo sigiloso da minha relação interpessoal com seu futuro genro incrível maravilhoso que ao menos conheces ainda. O alinhamento cósmico esteve falho. Não pretendo apresentá-lo a ti pelo estigma. Mudamos de assunto, deve ser só uma virose. Que desculpa irônica.

Em menos de uma semana de uso da medicação ele abandonou a PEP, mesmo contra minha vontade – não suportou conviver com os colaterais similares ao início do tratamento. Não suportava lidar com ânsias de vômitos e desconforto estomacal.
Um mês depois do fato ocorrido foi na sua última consulta como planejado e fez mais um exame: negativo para HIV. Foi só um susto (e muita experiência)!




O que é a PEP?

PEP significa Profilaxia Pós-Exposição. É uma forma de prevenção da infecção pelo HIV usando os medicamentos que fazem parte do coquetel utilizado no tratamento da Aids (Zidovudina + Lamivudina) , para pessoas que possam ter entrado em contato com o vírus recentemente, através da exposição ocupacional, no caso de profissionais de saúde ou pelaexposição não ocupacional (sexual), ocorrida em casos de sexo sem camisinha ou de violência sexual. Esses medicamentos, precisam ser tomados por 28 dias, sem parar, para impedir a infecção pelo vírus, sempre com orientação médica.

466 comentários:

1 – 200 de 466   Recentes›   Mais recentes»
Joao Maximo disse...

Ufff!!!

Cara Comum disse...

Legal isso! Muita gente não tem noção do que é uma PEP e de que tem direito a esse recurso...

Homem, Homossexual e Pai disse...

Nos EUA a PreP parece estar se tornando algo rotineiro, mas não apenas por pessoas envolvidas em relacionaemntos... tem um lado meu que não acha legal, tem outro que acha bom para as pessoas terem mais liberdade... não tenho problema com a camisinha entao vou ficar com ela mesmo!

Ewerton Tauan disse...

Me identifiquei com o relato, em julho desse ano, mesmo sabendo da sorologia do meu amigo e da carga viral alta, me permiti um relacionamento sem proteção, sem penetração, logico!
no dia seguinte fiquei muito pensativo mediante a minha atitude e 24h após decidi ir ao posto realizar o exame e fui medicado com a PEP, os efeitos colaterais são horriveis e durante uma semana eu fiquei pré-depressivo e decidi abandonar o medicamento. Felizmente refiz o exame e deu não reagente ao virus. Uma nova oportunidade de repensar certas atitudes me foi dada.

Heráclito de Éfeso disse...

Olá Ewerton(Ou outro amigo que tenha tido experiência com PEP) .

Você fez o uso da PEP...

Gostaria de fazer duas perguntas, se puder responder (pode ser inbox);
1 - A pessoa com a qual você se relacionou, era soropositiva?
2 - A PEP funcionou e você não contraiu o vírus hiv?

Obrigado pela atenção.

Heráclito de Éfeso disse...

Perdão, Ewerton...

Não entendi quando disse: Sem proteção, sem penetração...

Sem proteção seria o que neste caso?
(Sem proteção deu idéia que houve a penetração, sem proteção)

Obrigado!

pephivfaseaguda@gmail.com disse...

Ola irmão.
Tive uma relação com uma pessoa soropositiva que nao se tratava, e usei a PEP. Se puder me envie um e-mail com seu whats/telefone, gostaria de trocar ideias sobre experiencia com a PEP.
E-mail: pephivfaseaguda@gmail.com
Obrigado! E obrigado ao criador do site pela oportunidade...!

pephivfaseaguda@gmail.com disse...

Ola irmão.
Tive uma relação com uma pessoa soropositiva que nao se tratava, e usei a PEP. Se puder me envie um e-mail com seu whats/telefone, gostaria de trocar ideias sobre experiencia com a PEP.
E-mail: pephivfaseaguda@gmail.com
Obrigado! E obrigado ao criador do site pela oportunidade...!

Anônimo disse...

Pessoas com HIV e em tratamento,com a carga viral zerada não transmitem a doença.casais sorodiscordantes fazem sexo sem preservativo e não se contaminam,lembrando a carga viral tem que estar zerada.Logo a Pep tem uma boa eficácia mas não é 100℅ .Não deixem de usar o método de barreira.Hoje em dia as pessoas estão dando menos importância pra Aids pois não vêem as pessoas definhando e morrendo disso como na década de 90.Cuidem de vcs
A paixão de hoje não vale o Inferno da vida toda.

Anônimo disse...

Ola boa noite Me chame de Paulo. Tive uma relação com uma pessoa, que parece ter infecção, sabe não é julgando mas as vezes acho que a pessoa furou de proposito o preservativo. Bom fiquei angustiado, ai apos 28 a 30 horas fui ao medico e fui medicado com a Pep, tomei os remedios por 30 dias, eram somente 28 dias, acabei tomando por 30 dias. Tem chances de eu não ter contraido doença? grato

Anônimo disse...

Tive uma relação sexual e o preservativo se rompeu. Perguntei para o meu parceiro se estava tudo bem com sua saúde e ele me disse que sim. Depois conversamos novamente e ele me disse para não me preocupar pois ele sempre se testava. Depois de quase completar as 72h, fui a um CTA e optei pela PEP. No segundo dia já me senti muito doente. Febre alta, dores estomacais, vômitos constantes e muita dor de cabeça e no corpo. Ainda me falta muito tempo para encerrar o tratamento, mas já penso em desistir, pois os efeitos colaterais são muito fortes e me impossibilitam de fazer qualquer coisa que não seja ficar deitado ou dormindo.

Anônimo disse...

Então, vamos lá. Primeiro: não interrompa o tratamento de maneira nenhuma. pense assim...o que é melhor? Sofrer efeitos colaterais por 28 dias ou ter que tomar esses remédios por toda a vida? Se vc estiver com os olhos e a pele amareladas beba bastante águas que melhora. Eu já fiz PEP e te garanto que esses efeitos tendem a desaparecer ou a diminuírem em até 10 dias. Não desista!

Anônimo disse...

Olá amigo, estou fazendo o tratamento PEP a 3 dias devido a ter estourado a camisinha com uma travesti (eu fui só ativo), hoje foi o pior dos dias, acordei com a pressão caindo, achando que eu iria desmaiar, a travesti me garantiu não ser soropositiva, mas sempre fica a dúvida, por isto fui atrás do tratamento, o pior é que eu tenho um relacionamento, um namoro de quase 7 anos, e foi após uma semana de brigas em um momento de fraqueza em que fiz a MERDA, se der negativo, que fique de lição, espero não piorar mais, estou ingerindo diversos alimentos nutritivos que melhoram a imunidade do organismo, mas já está difícil.

Anônimo disse...

Eu gostaria de saber também se os olhos amarelados desaparecem após algum tempo de tratamento... Se puder responder por aqui mesmo fico grato, estarei acompanhando o tópico durante o tratamento

Anônimo disse...

Oi,eu sofri um estrupo,e no dia seguinte recorri ao hospital, me informei na internet, até então não sabia sobre o PEP.hoje e meu primeiro dia, os efeitos são realmente ruína,mais n irei parar .
Meu único desespero e não ter eficácia e daqui a uns meses receber a notícia inesperada.

Anônimo disse...

Iniciei há 3 dias o PEP, depois de 30h da exposição. Sempre me cuidei muito, E estourou a camisinha com uma pessoa que eu não conheço. Ainda não senti nenhum efeito severo. Apenas vertigem e uma moleza. Não abandonarei o tratamento mesmo que eu fique pior. Um amigo meu fez o PEP e não sentiu nada nos 28 dias. Varia muito de pessoa para pessoa. Mas o emocional conta muito. Eu, como sou muito ansioso, tendo a sentir tudo que me falam, etc. Mas até agora está "tudo bem".

Realmente é complicado todo esse processo, a marginalidade que o vírus hiv ainda tem em seu histórica é a pior parte. Quando nos vemos nessas situações, é que repensamos tudo. O pior é estar numa relação de anos, e não querer contar o que está acontecendo. Vamos ver até onde dura, pois é difícil esconder sintomas colaterais.

Que tudo dê certo... para todos! Seja como for.

Irmão Barros disse...

Desaparece sim , beba bastante água , ajuda , e vc teve algum efeito colateral? Comecei hoje a PEP

Anônimo disse...

Comecei a pep hoje, acabei de tomar os comprimidos. Sou profissional de saúde e já abandonei a pep que comecei a tomar após um acidente de trabalho, ficou tudo bem... Os relatos me deixaram com medo, não sei se vou suportar todos esses sintomas, espero que eles não apareçam. E não beber no carnaval vai ser foda tb...

Alguem disse...

Estou a 5 dias na pep e meus olhos e pele estão amarelados, alguém ficou assim?

Alguem disse...

Oi seus olhos melhoraram? O que você fez?

Unknown disse...

Sim em pesquisa todos ficam com olhos amarelos!!!

Anônimo disse...

Estou no meu terceiro dia já tive febre vômito, diarreia,dor de cabeça, dor nos rins, insônia e agora meu anus está doendo, tipo como se tivesse assado. Bom espero que depois que terminar esse inferno de 30 dias não fique com nenhuma sequelas nem com o vírus nem com nada

Anônimo disse...

Estou no 14º dia de pep, devido a uma exposição por sexo oral com um travesti (tanto ativo como passivo). Sei que o risco é pequeno mas existe, portanto decidi pelo tratamento iniciado 14hs após a relação. No início os sintomas são mais pesados, como diarréia e bastante cansaço. Mas não deixei de tomar nenhum dia no horário correto. Hoje já não sinto tanto efeitos, só uma fadiga que acredito ser mais de ansiedade e preocupação com todo o acontecido. Apenas os olhos amarelos que é um pouco difícil de esconder, mas estou bebendo bastante agua e ajuda, mas mesmo assim ficam um pouco amarelo. Agora é torcer para dar tudo certo, não desistam do tratamento que os efeitos melhoram com o passar dos dias. E principalmente aprendam a lição se der tudo certo, eu espero realmente que o meu dê certo!!!! Para ficar mais uma lição de vida e amadurecimento!!! Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

boa noite
se resolveu tomar a pep nao abandone.
estou tomando, já estou no quinto dia, os efeitos colaterais sao terriveis, mas se vc for forte e com fé em Deus tudo vai dar certo.
como fiz com um desconhecido (fui ativo), a camisinha rompeu, segundo ele nao tinha nada. mas por desencargo de consciencia resolvi tomar o remedio. bora até os 28 dias.

Anônimo disse...

Fiquem tranquilos que os efeitos colaterais passam, estou no 19 dia e não sinto nada. Meus olhos já estão normais. Muito importante fazer uma dieta leve e beber bastante água.

Anônimo disse...

Pessoal, estou no dia 23. Bastante cansaço, mas está acabando, faltam 5 dias. Fiz um primeiro teste com 22 dias e deu não reagente, ainda terei que fazer outros, mas já é uma probabilidade menor pois os de 4ª geração costumam positivar geralmente com 20 dias independente do pep. Realmente os remédios são bem fortes, são uma bomba para o organismo, mas necessários e indispensáveis. Tomara que de certo e que fique mais este aprendizado. Sexo sempre com proteção!!!

Anônimo disse...

Pessoal, terminei o PEP, tomei os 28 dias certinhos, já me sinto bem melhor agora. Realmente não é uma das melhores experiências, efeitos colaterais, ansiedade, etc. Aconselho a todos que estão lendo isso aqui e que estão no pep que não desistam, façam o tratamento até o final. Fiz o teste com 21 dias e agora com 30 dias, ambos negativos. Farei mais um com 90 dias, mas o risco agora é muito muito baixo de acordo com a médica. Tirei isso da minha cabeça e vou seguir minha vida. Com muito aprendizado e amadurecimento para ser mais responsáveis. Este período serviu também para quebrar muitos preconceitos com relação ao HIV. Enfim, bola para frente. Desejo boa sorte e sucesso na vida de todos voces.

Unknown disse...

Pessoal, estou tomando PEP há seis dias e não sinto muitos sintomas durante o dia. Somente a noite tenho insônia e acordo com o corpo quente. Vocês passaram por isso?

Anônimo disse...

Quanto tempo depois dos 28 dias acaba os efeitos colaterais?

Anônimo disse...

Sim no começo é normal suares noturnos, depois melhora, beba bastante água e se alimente bem que ajuda muito. Os efeitos passam um dia após terminar, é bem rápido. Parou de tomar, fez o exame, tudo negativo, vida que segue. Confie nisto.

Anônimo disse...

Olá pessoal!
Também estou fazendo a PEP, faltam 14 dias para o fim da prevenção. Intitulei esse tratamento como ''Project Alice''. ^^

Bem, eu comecei a fazer o PEP (que por sinal eu era um ignorante pra isso) depois que meu ficante me disse que era soropositivo.

Segue a história...

Na nossa última relação a camisinha estourou, sendo q ele tirou rapidamente a camisinha e colocou uma nova. Bem, até aí tudo bem. Não fizemos sexo desprotegidos em nenhum momento quando estávamos a sós durante ''o relacionamento''. No outro dia, pela manhã, ele me leva até ao posto de infectologia (que por sinal eu já conhecia, pq as vezes vou lá fazer testes) que por sinal achei legal a intenção dele de irmos fazer o teste juntos... Mas não foi como eu havia pensado. Ele simplesmente me mostrou seu exame constando que é soropositivo. MEU MUNDO C-A-I-U! Fiquei mega surpreso. Um verdadeiro baque! Mas... quando eu caio, eu me levanto. Entrei na sala pra conversar com a psicóloga e outros profissionais. A princípio, eles mandaram eu fazer um teste rápido pra saber se estava contaminado ou não. O resultado foi NÃO REAGENTE. Com isso, eles me indicaram iniciar o PEP para melhor prevenção do contágio do vírus. Ambos agentes de saúde me asseguraram que as chances são mínimas de eu ter sido infectado ou até mesmo acreditam que eu não tenha (e que eu não tenha mesmo! Em nome de Jesus).
Motivos:
- ele faz tratamento corretamente; sua carga viral está baixa*1
- o contágio não foi por meio de sangue ou sexo desprotegido*2
- iniciei fazer a prevenção bem antes de completar às 24h*3

Não vejo a hora de concluir esse tratamento, pq os remédios são muito forte. Não vejo a hora também de retomar a minha rotina com my friends e dar um fim no ''Project Alice''.

Juan disse...

Comecei a pep ontem até agora nenhum sintoma a não ser dores no estômago..
Espero que não eu não sofra tanto hahahahha

Anônimo disse...

Boa noite, gente! Finalmente encontrei este espaço para desabafar e, quem sabe, esclarecer algumas dúvidas. O meu caso é o seguinte: Primeiramente, não tenho problemas mentais, apenas questões psicológicas que provavelmente devam ser resolvidas. Mas enfim. A questão é que sou virgem. Tive dois namorados, mas não consegui fazer sexo com nenhum deles. Por insegurança e por acreditar que não eram as pessoas certas. Sempre acreditei que sexo fosse algo para ser feito com alguém especial. Minha opinião. Pois bem, no dia 23 de março fiquei com um garoto que acabou revelando-me ser soropositivo. Porém, foram apenas beijos. Mas eu estava fazendo um tratamento dentário e minha gengiva estava aberta. Ela contou, mas me mostrou os exames provando ser 'indetectável' e disse que não estava com a boca cortada ou algo assim, e por tanto, não havia risco de transmissão. Mas ainda assim fiquei bastante apreensivo. Por ser virgem e pouco experiente. Quando ele me falou sobre o pep, acabei decidindo ir ao posto, pouco antes de completar as 72 horas e buscar pelos remédios. Como sabia que não me permitiram tomar alegando ter apenas beijado, decidi contar que havia feito sexo sem preservativo. A médica me passou os três frascos, me orientou e comecei o tratamento imediatamente. Gente, aos que realmente se expuseram ao risco, não desistam, por favor! Mas não vou mentir. Estou vivendo um pesadelo. Desde que comecei a tomá-los e até mesmo hoje, em que já os encerrei (terminei no dia 23 deste mês) minha saúde virou um verdadeiro caco. Um caos de verdade. Depois de uma semana de medicamentos, comecei a ter diarréia constante, suores noturnos, meus lábios estouraram e tive muita febre. Dez dias assim decidi ir ao médico, mas acabei ocultando o uso dos remédios, e ele constatou apenas infecção de garganta. Me receitou antibióticos e os tomei por seis dias, junto à medicação da pep. Sei que foi loucura. Mas minha garganta dois muito e meus dois ouvidos estavam completamente obstruídos. Não sei as consequências para isso, nem se poderia ter tomado ambas as medicações. O fato é que a dor de garganta persistiu. Hoje, decidi tomar uma benzetacil, por conta própria. Porque estou muito mal. Inchado, sinto muito fraqueza, principalmente nas pernas, coração acelerado e dor de garganta. Não sei se tudo isso foi reflexo da minha escolha em tomar os medicamentos da pep por ter somente dado alguns beijos. O fato é que, no momento estou há um mês adoentado e triste e já não sei o que fazer. Marquei uma consulta particular para ver a garganta, na próxima semana. Não tenho com quem desabafar e nem amigos da área de saúde que possam me fornecer quaisquer esclarecimentos. Mas estou confiante em Deus que ficarei bem. Só quero melhorar. Mais alguém passou muito mal durante o tratamento e em quanto tempo foi a recuperação. Fico grato desde já. Ps: Durante o tempo em que tomei o trio de medicamentos também perdi todo o libido sexual. Não sei se isso é normal, mas a médica não me falou nada a respeito quando me passou os medicamentos. Agradeço pelo espaço e peço opiniões amáveis e sem julgamentos, por favor. Abraço a todos

Anônimo disse...

Ps: Desculpem-me pelos eventuais erros, digitei pelo celular. Onde se lê "ela" é, na verdade, ele.

Anônimo disse...

Olá anônimo do dia 27/4, eu terminei dia 25 a PEP e também senti coisas estranhas, semana passada mesmo, um dia fraqueza, um pouco de resfriado, segunda agora senti leves náuseas de manhã, fora olhos e pele amarelada desde o início, estou com tosse essa semana, e ontem a noite senti meu corpo quente, como se estivesse com um pouco de febre, mas foi o primeiro dia mais frio aqui, mesmo assim comecei ficar muito preocupado também.... mas logo estaremos bem amigo, não se preocupe.

Héctor

Anônimo disse...

Olá, Héctor. Pode me chamar de Gustavo. Espero que fiquemos bem logo, meu caro. Não sei mais que desculpas dar aos familiares e amigos, exceto para minha melhor amiga a quem contei, sobre estar doente há um mês. Hoje (28/04) estou com um pouco de taquicardia e fraqueza nas pernas, que ficam tremendo. Espero que esses efeitos passem logo. Preciso retomar minha vida. Obrigado por compartilhar seu histórico. Continue comentando

Anônimo disse...

Ok Gustavo, quando começamos encanar é difícil parar né? ficamos associando tudo.... qualquer sintoma, é exaustivo, acaba com a gente, antecipamos nosso fim, mas vai dar certo amigo não pare de comentar também!!!

Hec.

Anônimo disse...

Fiz os 28 dias da pep com o esquema com atazanavir, tenofovir, rinotavir e lamivudina. Não senti quase nada de efeito. Me alimentei e trabalhei normalmente.

Anônimo disse...

Fiquei com tosse ao finalizar a PEP, será que nao deu certo? Estou desesperado

Anônimo disse...

Galera foi ótimo encontrar esse blog.
Comecei o PEP hoje.

Tive uma relação sexual com uma mulher que eu tinha acabado de conhecer. A relação penetração foi protegida com camisinha. Mas o sexo oral que acabei fazendo nela foi desprotegido. Não sei se ela é soropositivo. Mas por precaução acabei começando o tratamento . Sei que o risco é baixíssimo mas um ferimento em minha boca me fez entrar em desespero.

Felipe disse...

Boa noite!
Estou começando hoje a PEP. Estou preocupado com os comentários que li a respeito com relação aos efeitos colaterais. Espero não sofrer muito com isso.
Tive uma relação desprotegida no último fim de semana. Estou no prazo para iniciar o tratamento, acabei de tomar os 3 comprimidos que me foram receitados.

A garota que me relacionei aparentemente tem boa saúde. Mas eu não quero arriscar, e por isso procurei o médico hoje e me foi indicado este tratamento.

Como eu trabalho, espero que isso não interfira na minha rotina.
Além de uma boa alimentação e beber bastante líquido, existe alguma outra coisa que possa amenizar os efeitos colaterais? Como por exemplo, exercícios físicos?

Que Deus abençoe todos! E que dê tudo certo!

Felipe disse...

Como postei acima, comecei hoje o inicio da PEP.
E em menos de 6 horas já tive os primeiros efeitos colaterais. Diarréia e insônia. Acordei as 02:45 da madrugada com o desconforto estomacal e até agora não consigo dormir, faltam 10 minutos para eu ir para o trabalho. Eu queria que isso não afetasse meu trabalho, mas parece ser impossível. Mas vamos em frente, faltam 27 dias!

Anônimo disse...

Quero fazer uma pergunta.
Comecei o tratamento a dois dias e percebi que como efeito colateral existe a impotência sexual. Quando acabamos de tomar esse efeito passa ou pode continuar. Alguém que já terminou os 28 duas pode responder por favor?

Anônimo disse...

Ola, anônimo do dia 03 de Maio! A impotência durante o tratamento é "normal" e frequente. Ocorreu comigo também. Consegui me masturbar uma única vez e ainda assim, a quantidade de esperma que saiu foi mínima e amarelada. Terminei o PEP há dez dias, e há dois dias voltei ao pleno funcionamento. Ereções e ejaculação normal. Não se preocupe.

Anônimo disse...

Obrigado amigo anonimo do dia 4 de maio isso me ajuda a prosseguir.

Outra pergunta. Existe algum efeito
colateral como peça ou ganho de peso?

Anônimo disse...

Acredito que não, por ser apenas 28 dias

Anônimo disse...

Voltei hj a consulta 11 dias após terminar o tratamento e ao todo 40 após a exposição, e a médica não pediu o exame. Disse que só na próxima daqui a três meses que fará o teste novamente, é normal isso ou já deveria ter feito o teste hj tb?

Felipe disse...

Com relação a pergunta acima, eu até o momento não perdi e nem ganhei peso. Estou no 3º dia de PEP.
Em relação a outra pergunta do amigo sobre a data em que a doutora pediu o exame, bom, já vi relatos de gente que se testa por conta própria. No meu prontuário existem três testes para fazer o inicial que fiz no dia da consulta, um depois de 30 dias e outro de 90 dias. Mas como disse anteriormente, já vi gente falando que se testou com 24 dias, 30 dias etc. Quando vamos fazer o teste no particular eles perguntam se estamos tomando alguma medicação, neste caso, não sei se os remédios da PEP atrapalham no resultado do exame. Coloquem um nome mesmo que fictício para ficar melhor as perguntas e respostas aqui pelos comentários. Abraços e fiquem com Deus!

Héctor disse...

Olá felipe, depois que terminei os 28 dias da PEP que peguei uma tosse chata, com essa mudança de tempo, e continuo um pouco gripado, não sei se nossa imunidade baixa depois que os remédios acabam

Anônimo disse...

Eu tomo 3 comprimidos 2 vezes ao dia. Isso tá certo? Alguém pode me falar por favor?

Anônimo disse...

Sim 3 comprimidos uma vez ao dia e no mesmo horário por 28 dias.

Anônimo disse...

Estou preocupado! Já fucei a internet toda a procura de relatos de gente que concluiu o tratamento, realizou os testes de 30 e 90 dias após a exposição e que deu certo. Simplesmente as pessoas encerram os relatos. Até agora ainda não encontrei NENHUM! Será que todos positivaram e a PEP não passa de uma farsa? Algo para lhe sentenciar mesmo que você que não tenha nada? Apenas por não querer ficar na dúvida de contrair o vírus? O que há nos medicamentos? Seriam eles o nosso próprio pesadelo, o HIV? Estranho demais isso. Até agora procuro relatos de quem foi até o fim e não apenas ao fim da PEP mas sim até os 90 dias (que é onde se faz o último exame)

Anônimo disse...

Alguém já concluiu o tratamento???

Anônimo disse...

Qual foi a combinação de remédios que passaram para você ?

deyahir daniel disse...

Eu estou há 7 dias com a Pep ,e tenho gases e dores de cabeça mas não intenso,tomara que meus órgãos sem conta ,e angústiante não saber.

Anônimo disse...

Comecei a tomar a Pep esses dias também após relação desprotegida. Mesmo sabendo que a pessoa não possui o HIV (o mesmo havia feito exames a algum tempo) decidi começar. Sou um pouco paranoica e infelizmente os casos aumentaram entre jovens e mulheres, o que aumentou minha preocupação. Enfim, me sinto um pouco mais cansada e estou com os olhos e pele amarelos (isso tá me deixando louca já). Sinceramente estou pensando seriamente em parar, mas estou pensando ainda. Quando a eficiência da medicação, li que é de 95% se não me engano, nos testes que foram feitos, a eficácia foi altíssima e os que não deram certo, posteriormente disseram que não a tomaram certo, então, creio que é bem confiável. Mas precisa ser tomada o quanto antes caso haja exposição. Caso eu decida terminar a medicação, conto os resultados. Abraços e forças a todos.

Pri disse...

Começando hoje a PEP, após uma relação desprotegida com um cara que se aproveitou do fato que eu estava bêbada e inconsciente. Não me lembro de nada, mas ele assumiu que não usou camisinha. Para tornar tudo mais traumático, estava menstruada, o que torna o contágio ainda mais fácil. Estou com muito medo dos sintomas, mas espero que Deus me ajude a não abandonar o tratamento. Vocês tomavam algum remédio para as dores? Há contra indicações para uso de analgésicos, por exemplo?

Anônimo disse...

Bom dia, comecei a pep dia 12/05 e ontem 15/05 passei o dia inteiro mal, não consigo comer, não tenho vontade de fazer absolutamente nada, e o mais difícil é não ter pra quem contar o que está acontecendo!
Moro sozinho em um estado diferente ao da minha família, sei que esta sendo mega difícil suportar os gases excessivo, embrulhos no estômago, dor de cabeça, fraqueza...
Mas tudo isso porque eu trouxe um rapaz do Grindr pra casa e transamos porém no meio da relação ele tirou a camisinha e eu não vi (fui passivo),na hora falei que ele havia vacilado, então fiquei martelando o ocorrido na minha cabeça e é muito torturadora essa dúvida...
Porque alguém tiraria a camisinha durante a relação com um desconhecido se n quisesse passar adiante o que talvez tivesse-lhe sido passado?
É tão ter um lugar para desabafar, tinham que fazer um grupo no whatsapp para a troca de experiências!

Anônimo disse...

Olá, estou fazendo A PEP depois de a camisinha estourar com uma garota de programa, ela me veio com um papo estranho que uma amiga dela espalhou uma mentira que ela tinha AIDS na cidade dela pra queimar o filme dela, mas diz ela que era mentira, como eu sou muito desconfiado e não confiei nela eu procurei o sus e comecei o tratamento, afinal, com saúde não se brinca.
Eu considero que meu organismo é muito forte e achei que não ia sofrer os efeitos colaterais, achei que os médicos lá no sus estavam fazendo tempestado em copo d'agua. Enfim, não esperava que os efeitos eram tão ruins ! Mas tem que tomar gente! porque se você contrair o virus você terá que tomar pela vida toda, então são só 28 dias sofrendo , pensem nisso !!!!!!!!

Combinação que estou tomando:

Tenoflovir + Lamivudina - 1 comprimido a cada 24h
Lopinavir(acho que é o ritonavir generico) - 2 comprimidos a cada 12h

Então eu tomo 5 comprimidos por dia.

Vou relatar meus efeitos( já estou no 21 dia de PEP ):

Diarreia forte diária; (isso tem me incomodado muito)
Gases; (Muitos gases e com um cheiro muito forte, bem forte mesmo!)
Embrulho no estomago; (dia sim dia não eu acordo bem ou ruim)
Vontade de Vomitar; (Não chego a vomitar, mas fico nauseado o dia todo, esse efeito também é dia sim e dia não;
Minha pele não ficou amarela; (não sei o porque)
Meu olho não ficou amarelo; (nao sei o porque tambem)
Não tive insonia em nenhum dia;
Não acordo suado durante a noite;

Referente aos efeitos, esses foram os que deram e não deram em mim, confesso que o que mais me incomoda é o da diarréia, é muito forte mesmo, nunca tive uma assim na vida, e ainda é diário, eu tomo o remedio e dá logo em seguida.
Mas, devemos lembrar que os efeitos vai de pessoa pra pessoa.

Bom, aconselho vocês a não desistirem, eu mesmo, estou com uma diarreia tão forte faz tanto tempo que talvez muitas pessoas largassem a mão do tratamento, mas nem que eu me suje todos os dias, preciso concluir esse tratamento, minha saúde está em jogo, então pensem bem antes de desistir, afinal são só 28 dias, e se você contrair o virus, vai ser isso pela vida toda!

Então se você passou por alguma situação que possa ter chance de contrair, vá ao sus urgente !!!!!!!
Outra dica, eles só estão passando PEP para pessoas que afirmem que o parceiro tinham HIV, se vc falar que não sabe que ele tem eles não receitam mais !!!! Eu mesmo, cheguei no SUS e falei que a garota de programa virou e me disse que tinha HIV, mas na verdade eu não sei se tem ou não, como eu disse logo acima, teve aquele papo estranho dela !

Mas se você chegar no SUS e falar que ela nao afirmou que tinha HIV, então eles não passam mais a PEP, não liberam !

Espero ter ajudado, um grande abraço e bom tratamento para todos !

E Lembrem-se, a PEP tem 97% de chance de tirar o virus do teu corpo se você contraiu, então é quase impossível contrair se você fizer a PEP, então não desistam !!! são só 28 dias !

Anônimo disse...

Boa tarde!
Meu nome é Jander estou no oitavo dia, tive diarreia mas já passou.
Fiquei com insônia nas três primeiras noites.
Os efeitos que tenho hoje são os olhos amarelos,dor de cabeça bem fraca.
Tenho uma pergunta a fazer.
A cor amarela dos olhos passam com o tempo ou só depois do tratamento?
Desejo sorte a todos.
Não desistam.

Anônimo disse...

Eu tô no 5º dia de PEP e já no terceiro dia meus olhos ficaram amarelados, o ruim é todo mundo ficar perguntando o porquê disso, né? Mas vi que se beber bastante água e comer muitas verduras verde escura, isso melhora, vamos ver né

Anônimo disse...

Bom depois de me expor a um ato secual desprotegido, busquei ajuda na CTA , eestou tomando a PEP. 2 DIA MEU. o que posso relatar ate agora. Os olhos levemente amarelo. Tive momentos de enjoos, e vontade de vomitar. Diarreia nao tive ainda, tb tive indisposicao. É um sofrimento. Mas a cada momento.eu lembro, menos um dia. E vamos galera, nao parem. Eu sei a irmeos sofrer um pouco. Eu mesmo nao disse pra ninguem aqui em casa. Nao.sei ainda o q falar caso o amarelo fique mt forte.
Enfim entregra-se a Deus e pedir misericórdia.
A gente erra, faz coisa sem pensar e depois acabamos por sofrer mt.
Mas estou seguindo minha rotina. Me alimentando bem, bebendo muita agua , acho que uns 4 litros . Estou treinando na academia como sempre. Só a noite esta sendo mais pesado pq bate uma moleza.
Vou criar um email e mando pra trocarmos msgens de apoio.
A primcipio mandem um skype
Brejunior2016
Logo irei destivar ele. Mas antes disso posto outro contato.
Abracos força e coragem Cristo está conosoco.

Anônimo disse...

Olá amigos... ontem conheci um cara em um app gay ...foi pro hotel em que eu estava e demos muitos amassos...mas ele estava fujindo do sexo...fiquei sem entender...quando foi hj pela manhã ele me acordou já subindo encima de mim e com o calor do momento ... delinquente demais fui ativo com ele sem preservativo ... É ele foi embora após trocarmos whats ...quando cheguei na minha cidade...tinha 100 msg dele...pedindo perdão por não ter falado comigo que era soro positivo mas que era pra eu não me preocupar pois ele se tratava e estava com o vírus 0%.
Fui voando pro cta da minha cidade e comecei a pep...no primeiro dia minha cabeça já está estourando...e falto virar do avesso de tanta diarreia ...nao sei se pelo medicamento ou pela tensão da notícia... 1. Quis voltar e matar ele...depois refleti que muitos tem o vírus...transam e não contam ...o que acho que pouparia o contágio que temos hj no brasil...ai fiquei mais calmo ...mas prometi que uma voadora darei nele kkkkk tô descontraído pra não surtar ... além das reações ruins da medicação...alguem notou alguma mudança do corpo após o tratamento? Aumento ou perca de peso... textura da pele ? Obrigado

Anônimo disse...

comecei a pep tem 7 dias estou cm as amidalas inflamadas e o corpo quente pode ser efeito colateral ou apenas uma gripe

Anônimo disse...

tomar amoxilina durante a prep da algum problema

Anônimo disse...

Tomei hoje a terceira dose da PEP, até agora não senti muitos efeitos colaterais, apenas fico muito cansado nas primeiras horas depois de tomar os remédios, e fiquei com dor de cabeça ontem, mas nada demais. Estou tomando muita água para ficar com os olhos o menos amarelos possível, porém estou sempre com a boca seca, o que me deixa com sede. Quanto ao libido, até agora está normal. Continuo acordando de pau duro e com vontade de transar. Percebi hoje que o esperma está extremamente amarelo.

Unknown disse...

afff só de pensa que tem pessoas que passa o virus por querer.ou fura a camisinha ou tira ela dependendo da sua atenção... na hora H.. bom no meu caso a pessoa tirou a caminha e eu só fui perceber que ele tinha tirado a camisinha depois que fui pra casa tomar banho.. e percebi que eu estava com esperma dentro de mim.. fiquei desesperado.... foi com um cara de um app gay, em 24 horas iniciei o tratamento faz 5 dias ja tomando esses remedios. por enquando da pra aguentar! mas em nome de jesus vou aguentar os 28 dias e não vou estar contaminado.

Anônimo disse...

Estou no 21 dia de PEP, não está sendo fácil, mas graças a Deus pela existência da profilaxia...

Anônimo disse...

Estes sintomas são normais, tbm sinto isso...

Anônimo disse...

Pesquisando na internet vemos poucos resultados sobre a eficácia da PEP, os médicos falam em 85% de proteção... Acho que todos aqui estão pesquisando, pois são 28 dias de angústia e desespero na qual é impossível escondermos dos nossos familiares. Estou passando os piores dias da minha vida com esse pesadelo...

Anônimo disse...

Bebam bastante água, e sempre tomem o remédio junto com alimento. Por enquanto está dando certo comigo, apenas um pouco de vertigem e estômago um pouco estranho. Mas vou aguentar até o último dia. Estou no 6 dia, e vou ir postando aqui o que vai acontecendo...

Anônimo disse...

Continuando o comentário, não me deu diarréia até agora, apenas dor de cabeça, e no 5 dia fiquei bem ruim do estômago.

Anônimo disse...

Também fica com a boca seca? Parece que estou sempre com sede...

Anônimo disse...

No início me deu diarréia , mas logo é bem tolerado pelo organismo... Com 10 dias fiquei amarelo, a pele e os olhos, mas logo passou, já estou no 21 dia de PEP... Não vejo a hora desse pesadelo acabar com os exames negativos

Anônimo disse...

Ola pessoal. Eu estou tomando PEP a 23 dias e senti os efeitos colaterais apenas na primeira semana. Durante esse tempo bebia álcool ao final de semana. Será que esse facto afectará eficiência do PEP? Outra coisa eu também tomo medicamento para baixar a pressão. Estou no momento mais difícil da minha vida pois tenho dois filhos pra criar.

Anônimo disse...

Bom dia,pessoal!
Acabei hoje de tomar a PEP,tomei por 30 dias.
Já fiz o exame de sangue e graças a Deus deu tudo negativo.
Desejo sorte a todos.
Agora só tomar uma cerveja gelada pra comemorar.

Anônimo disse...

Olá a todos, estou completando 7 dias de PEP hoje. Após a primeira dose tive tontura e sonolência, mas logo sumiu. Na segunda dose tive forte diarreia que também sumiu, a partir da terceira dose, fiquei com olhos e pele muito amareladas,e ainda persiste esse colateral que muito me incomoda. De todo modo, irei persistir! É melhor ter colaterais por 28 dias que correr o risco de tê-los para o resto da vida. No meu caso, o que motivou o início do tratamento, foi o rompimento do preservativo ao realizar sexo anal. Fica a experiência e aumentam as responsabilidades. No mínimo, tornei-me mais pensativo e reflexivo por esses dias. É angustiante ter que me medicar de forma oculta todos os dias, com receio de que amigos e família percebam, imaginem só, ter que justificar minhas peripécias... Além dos colaterais, sou vítima do meu falso moralismo.

Anônimo disse...

Fui exposto no dia 25 de março deste ano, e comecei a PEP no dia 27. Tomei o medicamento por 28 dias. 40 dias depois voltei a consulta, porém fiz o teste só no dia 26/06 (93) dias depois da exposição, deu não reagente, ufa...

Raphael disse...

Olá pessoal, vou continuar contando minha experiência, e no final, vou compilar tudo o que escrevi aqui em um único post.
Tomei hoje a 19ª dose, meus únicos efeitos colaterais são a pele e olhos amarelados. Fora isso não sinto quase nada, a não ser uma tontura ou outra, mas é muito raramente. Acho que o segredo é se alimentar muito bem quando for ingerir os medicamentos e sempre estar tomando muita água, pra mim está dando certo.

Não desistam pessoal, continuem tomando os medicamentos até o último dia. Como muitos outros falam aqui: é melhor tomar isso por 28 dias do que para o resto da vida.

Raphael disse...

Continuando meu relato, hoje dia 05/07, fui mostrar para o médico os exames de sangue solicitados para saber como o meu corpo está reagindo com a PEP. Principalmente o TGO e TGP do sangue, que são relacionados com o fígado. Infelizmente minhas bilirrubinas estavam muito acima do tolerável, e teria que parar com a PEP para evitar q continuassem subindo, faltam apenas 6 doses para finalizar. O médico então solicitou que os medicamentos fossem substituidos por outro medicamento para finalizar esses 6 dias com segurança, tanto para infecção quanto para o meu fígado. Antes eu tomava 3 comprimidos 1 vez por dia, e pelos próximos 6 dias terei q tomar um único comprimido a cada 12 horas. O bom desses novo medicamento é que não deixa os olhos e pele amarelos, to adorando saber que vou passar a ultima semana sem esses efeitos... Ah, só para comentar, nunca imaginei ser tão bem atendido por um médico do SUS, com total respeito e paciência, mostrou-se super preocupado, está de parabéns, e também as enfermeiras que trabalham realizando os testes rápidos, ótima equipe.

Anônimo disse...

Olá, gostaria que alguém me tirasse uma dúvida, tomei a pep por 23 dias sendo que dentro desse período não tomei 3 dias que não foram consecutivos por razão dos efeitos colaterais, principalmente na hora de dormir quando uma sensação muito estranha e dificuldade de respirar e também demoro muito pra conseguir dormir enfim, não tomei ontem e hoje estou com medo de tomar porém também tenho medo de não tomar pois estou com coceira no corpo todo seria isso indício da doença ou algum efeito colateral mesmo sem tomar ontem? Alguém já sentiu o mesmo? Mesmo com essas faltas resolveria continuar tomando? Abraços

Raphael disse...

Fica tranquilo, coceira na pele é normal, é um efeito colateral, está até na bula dos remédios. Eu também fiquei um dia sem tomar, por esquecimento, conversei com o médico e ele disse que não teria problema, pois o mais importante são os primeiros dias. Porém não deixe de tomar os remédios, ainda mais que você já esta no final do tratamento.

Anônimo disse...

Bom gente, estou no 17 dia de tratamento. .. E não senti absolutamente nada de efeito colateral... no máximo 2 aftas na boca, talvez sejam dos remédios. As vezes fico com medo de o tratamento não estar fazendo efeito ou o meu organismo que se adaptou bem aos medicamentos..

Augusto disse...

Boa noite,

Bom, começando do começo, inicio dizendo que cometi um erro ao ceder às vontades do meu ex ficante. Numa dessa, transamos sem camisinha.

Logo depois que transamos conversei com ele sobre os tratamentos pós exposição e disse que nós dois deveríamos ir ao CTA para realizar o teste rápido e caso necessário tomar alguma medicação (o erro foi não ter sugerido antes).

No dia seguinte fomos ao CTA. Eu realizei o teste primeiro, que deu não reagente e ele, depois de muita insistência minha e da enfermeira, decidiu realizar. (DESESPERO) O teste dele deu reagente. Pedi que repetisse o exame e imediatamente foi feito, porém reagente novamente.

Comecei o tratamento PEP antes das primeiras 24h e terminei ontem, dia 19/07. Na primeira semana senti náuseas e meus olhos ficaram muito amarelos a ponto de me chamaram de FERA e MÍSTICA. Na segunda semana tive rash cutâneo - que são manchas vermelhas pelo corpo - o que me preocupou bastante, tendo em vista ser um sintoma de vários outras doenças, inclusive o HIV. Tentei me acalmar, pois também é causado pelo uso de drogas, como os antirretrovirais. Consultei a bula e lá constava como efeito colateral. Decidi esquecer e não surtar por antecipação. Até procurei hospital, já que aconteceu no final de semana, mas não consegui ser atendido e no domingo a reação já tinha parado. Continuei tomando a medicação normalmente.

Na terceira semana peguei uma gripe forte e estou rezando pra que seja só uma gripe mesmo.
Agora, na quarta semana, um dia após terminar o tratamento, estou bem, porém muito ansioso, porque amanhã faço o teste de 30 dias.
Os remédios são muito fortes e os efeitos colaterais variam de pessoa pra pessoa. No meu caso eles vieram com força.
Não desistam do tratamento e aguentem firme, já que é a única chance de vocês se safarem.
Frases que eu já sabia, que vocês sabem, mas vamos reforçar, porque o aprendizado é grande:

1)NUNCA CONFIEM EM NINGUÉM! NUNCA!
2)ANTES DE TRANSAREM SEM CAMISINHA CERTIFIQUEM DE QUE VOCÊ E O PARCEIRO SEJAM NEGATIVOS. CONVERSA COM ELE E SUGIRA QUE FAÇAM JUNTOS. NADA MELHOR QUE A CONFIANÇA.

Força!

Augusto disse...

[ATUALIZAÇÃO]

Fiz o teste rápido dos 30 dias e deu não reagente. Pra ficar mais tranquilo ainda, fiz um segundo teste rápido, utilizando outro método, também não reagente. Aproveitei e pedi o de sífilis, não reagente.

A enfermeira disse que o teste rápido dá uma certeza de 99%, então posso me despreocupar em relação à infecção pelo vírus e aguardar a confirmação no teste laboratorial dos 90 dias.

Finalmente posso relaxar. Foram dias difíceis, mas a medicação é eficaz e só tenho a agradecer. Permaneçam firmes e não deixem de tomar a medicação 1 dia sequer.

Abraços!

(Caso)

Boa noite,

Bom, começando do começo, inicio dizendo que cometi um erro ao ceder às vontades do meu ex ficante. Numa dessa, transamos sem camisinha.

Logo depois que transamos conversei com ele sobre os tratamentos pós exposição e disse que nós dois deveríamos ir ao CTA para realizar o teste rápido e caso necessário tomar alguma medicação (o erro foi não ter sugerido antes).

No dia seguinte fomos ao CTA. Eu realizei o teste primeiro, que deu não reagente e ele, depois de muita insistência minha e da enfermeira, decidiu realizar. (DESESPERO) O teste dele deu reagente. Pedi que repetisse o exame e imediatamente foi feito, porém reagente novamente.

Comecei o tratamento PEP antes das primeiras 24h e terminei ontem, dia 19/07. Na primeira semana senti náuseas e meus olhos ficaram muito amarelos a ponto de me chamaram de FERA e MÍSTICA. Na segunda semana tive rash cutâneo - que são manchas vermelhas pelo corpo - o que me preocupou bastante, tendo em vista ser um sintoma de vários outras doenças, inclusive o HIV. Tentei me acalmar, pois também é causado pelo uso de drogas, como os antirretrovirais. Consultei a bula e lá constava como efeito colateral. Decidi esquecer e não surtar por antecipação. Até procurei hospital, já que aconteceu no final de semana, mas não consegui ser atendido e no domingo a reação já tinha parado. Continuei tomando a medicação normalmente.

Na terceira semana peguei uma gripe forte e estou rezando pra que seja só uma gripe mesmo.
Agora, na quarta semana, um dia após terminar o tratamento, estou bem, porém muito ansioso, porque amanhã faço o teste de 30 dias.
Os remédios são muito fortes e os efeitos colaterais variam de pessoa pra pessoa. No meu caso eles vieram com força.
Não desistam do tratamento e aguentem firme, já que é a única chance de vocês se safarem.
Frases que eu já sabia, que vocês sabem, mas vamos reforçar, porque o aprendizado é grande:

1)NUNCA CONFIEM EM NINGUÉM! NUNCA!
2)ANTES DE TRANSAREM SEM CAMISINHA CERTIFIQUEM DE QUE VOCÊ E O PARCEIRO SEJAM NEGATIVOS. CONVERSA COM ELE E SUGIRA QUE FAÇAM JUNTOS. NADA MELHOR QUE A CONFIANÇA.

Força!

Anônimo disse...

Bom encontrar essa página. Estou no meu decimo dia e a vontade é de desistir mas n irei. Chata essa parte q os olhos fican amarelados como se tivessemos com hepatite braba. Se Deus quiser vou negativar daqui a 18 dias pq to tomando medicação certinha, msm querendo vomitar. E sexo aem camisinha é muito bom mas n vale essa dor de cabeça ( literalmente), sem camisinha nunca mais. Abs

Anônimo disse...

Depois dos testes nos relate o que aconteceu ?funcifuncionou a pep

Anônimo disse...

Terminou o tratamento? Compartilha com a gente

Anônimo disse...

Primeiro dia , muito nervoso e ancioso porem sei que vai dar tudo certo.

Anônimo disse...

Terminei meu PEP.

Poucos efeitos colaterais. Tomei Vonau para não ter náuseas/vômito. Não passei mal nenhum dia.
Tive, sim, dores de cabeça nos dois primeiros dias. Não continuaram...

Fiquei amarelo - pele e olhos - depois do terceiro dia. Chamava muita atenção das pessoas... Muita insistência para ir ao médico... difícil essa situação. Com MUITA ÁGUA pode diminuir bastante. Mas sempre ficou um amarelinho... Muita água todos os dias... Isso ajuda bastante.

Enfim, terminou e meu resultado foi negativo.

Minha sugestão: não importa o efeito colateral que tiver, NÃO DESISTA, CONTINUE TOMANDO A MEDICAÇÃO.

Segunda sugestão: Aprendam alguma coisa e nunca mais passem por isso. Camisinha SEMPRE.

Tenham fé, paciência e não desistam.

Anônimo disse...

Gente, tive uma exposição, estou insegura, fiquei com meu namorado de anos porém a gente resolveu fazer algo a 3 a menina não conhecemos direito, e como foi algo de momento não havia preservativo, e acabamos ficando sem o preservativo, eu realmente preciso me submeter a PEP? não sabia da existência dela só soube agora! Devo conversar com meu parceiro quanto a isso?

Anônimo disse...

Sim! O mais ideal seria ir junto com a menina a um atendimento e os três fazerem testes rápidos para ISTs. A partir daí podem sabem se será necessário ou não o uso da PEP.

Anônimo disse...

2 dia , os sintomas estão bem leves , acho que os maiores sintomas e da preocupação com o resultado final.. No momento só algumas náuseas e uma leve diarréia

Anônimo disse...

Olá!
Tive relações com uma garota que tinha cavado de conhecer. Por descuido em certo momento deixamos o preservativo de lado. Depois fiquei muito pensativo por não conhecer bem ela então corri para fazer exames depois de 1h da exposição. O médico me submeteu ao tratamento do PEP onde irei começar hoje.
Mas devido ao nervosismo esqueci de fazer algumas perguntas importantes e quem sabe posso tirar as dúvidas aqui.
Eu faço ativados diárias e duas vezes por dia, tomo vitaminas e cafeína em pílulas como também tomo suplementos.
Será que isso pode interferir no tratamento PEP? E se eu não sentir os efeitos colaterais tão fortes posso continuar realizando tais atividades físicas?
Obrigado desde já!

Anônimo disse...

4 dia pessoal, muita ânsia de vomito depois que eu como !e uma ansiedade sem igual, não paro de pensar daqui um mês no resultado

Fábio disse...

Pessoal, estou no quinto dia, daqui a pouco tomo o sexto dia de comprimidos. Até agora só um pouco de pele amarela. Os olhos ainda estão dando pra controlar. Quem quiser conversar me mande um e-mail: fabiodassen@gmail.com

Anônimo disse...

Isso ai colega , força, essa internet nos acalma mas ao mesmo tempo nos deixa loucos , vai dar tudo certo para você ....

Héctor disse...

Fui exposto dia 28/03, no dia seguinte comecei a PEP, fiz exames após 30 dias de exposição, e após 90, ambos não reagentes, mas ainda estou preocupado, alguém com relatos depois alguns meses?

Anônimo disse...

Oi Gente.

Bom, meu nome é Hugo(fictício), tenho 26 anos e sou gay. Corri risco, e após 40 hs de exposição comecei a tomar a PEP.
Estou no segundo dia, faltam ainda 26 dias.
Efeitos colaterais: estou pensativo, me sentindo culpado e com medo. No entanto: me mantenho forte para assim cuidar de mim. Nesse momento de angustia quero acreditar em Deus, no tratamento PEP e em pensamentos construtivos.

Pretendo relatar cotidianamente o meu tratamento com PEP.
E mais, descobri esse blog hoje. Desde já deixo meu agradecimento a todos vocês.

Minha medicação consisti em 3 comprimidos (noutro momento coloco os nomes), tomo uma vez ao dia às 18:09 hs.

Desde então percebi pele e olhos levemente amarelados, gases e sono intermitente durante a noite. ( deve-se a efeito colateral e a preocupação)

Para mim é bem vindo a interação, estou à disposição.
E vamos seguir fortes!

Anônimo disse...

Desisti no decimo quinto dia, porem meu primeiro exame deu negativo. N deveria desistir mas é dificil. Agora é torcer pro segundo e terceiro exame darem negativo. A promessa q fiz é nunca mais fazer sem camisinha.

Anônimo disse...

[2]

Bom sou o Hugo. A seguir meu relato do 3º dia de PEP.

Conforme prometido coloco aqui os nomes dos medicamentos que tomo, de acordo com a recomendação médica.

1.Lamivudina 300mg+ Tenofovir 300mg
2.Atazanavir 300mg
3.Ritonavir 100mg

Sintomas do terceiro dia: sinto o corpo quente, dor na região da garganta e fezes moles, soma-se: pele e olhos levemente amarelados. Em contrapartida, para lidar com a situação: tenho recorrido a minha formação cristã, e com isso me apegado a Deus. Preciso sentir-me forte (Pfvor, não me julgem). Além disso, mantenho pensamentos construtivos.

Essa noite, despertei-me antes do previsto 05:44hs. Mesmo se não tenho apetite, procuro fazer as refeições principais (café da manhã, almoço e janta). E como algo sempre que tenho queimação no estômago.

Nesse momento, reconheço a força de existir.... estou pensativo, quero viver.

Enfim, confiança em Deus, tratamento e no pensamento.

Rezei. A oração Pai Nosso me fez bem, me aliviou a angústia.
Simbora! Força!

Simone Cardim disse...

Sofri violência sexual e iniciei a pep com 10 h do ocorrido estou no 14 dia fiquei c os olhos amarelos mas que ja estao quase normais minha única preocupação sao minhas fezes que estao bem pastosas fico pensando em o remédio nao esta fazendo efeito pelo fato de estar indo muito ao banheiro tudo que eu como me da vontade de evacuar

Anônimo disse...

[3]

Oi Gente.

Outro dia.

Nesse 4º dia o que pesou mais foi a sanidade dos pensamentos: o bom funcionamento da cabeça.

Para me manter no tratamento e afastar o sentimento de angústia, resolvi fazer uso da literatura, do cultivo da fé e da coerência dos pensamentos.

Decidi ainda não me isolar, pelo contrario, faço um esforço para continuar os meus compromissos rotineiros. Além do mais, vou permitir a interação com colegas.

Quando ao sentimento de culpa e a situação que se deu a exposição ao risco, farei um esforço para não mais acessar esse fato passado ( que é imutável e que só tem me causado dor) e tirar desse acontecimento força para acreditar vou ser um ser humano melhor, mais sensível, com mais discernimento, consciência de si. Não quero mais angústias, como me disse uma colega: "o que há de ser tem força". Acredito num futuro sem sofrimento. Acredito no Divino.

Esses tipos de pensamentos têm me ajudado a manter o tratamento.

De Hugo.

Força!

Cos disse...

Você pode tomar Floratil.

Anônimo disse...

Olá! Meu nome é Nina (fictício), tenho 32 anos, sou mulher é heterossexual. Comecei o uso da PEP há 7 dias. Bom, decidir fazer o tratamento após buscar as informações na internet. Tive uma relação sexual com um amigo de uma amiga não muito próximo. Estava viajando, era meu último dia no lugar e tinha bebido todas. Acabamos ficando e rolou. Só que no final da relação, a camisinha estourou. Ficamos em pânico. Como ele tb faz uso de algumas drogas e eu não o conheço direito, fiquei bem preocupada. No dia seguinte, chegando de viagem, fui logo a uma emergência de um hospital geral e me indicaram o uso da Pep. Não tomei pílula do dia seguinte pq tinha acabado de ficar menstruada, mas confesso que me arrependi, pq há um pequeno risco de gravidez. Bom, confesso que nessa primeira semana foi bem difícil. Volta e meia penso em desistir, pois já sinto alguns efeitos colaterais: olhos amarelados, fadiga, enjoos e diarreia. Tenho medo de alguém aqui em casa perceber, detalhe que minha mãe é médica, mas até agora ninguém percebeu. O médico me disse que devo tomar os 28 dias sem parar, nem 27 e nem 30, 28 dias exatos. Tb que era importante ingerir após alguma refeição (almoço ou jantar) para diminuir os enjoos. Tô tb preocupada se tratará algum dando ao fígado, já que é uma bomba pesada. Só a minha amiga que é amiga do cara está sabendo, ela acha um exagero. Às vezes me pergunto se não estou exagerando, mas como comecei, tentarei seguir até o fim. Muito bom ler os relatos de vocês, isso dá força para seguir e ir em frente. Força a todos!

Anônimo disse...

Te entendo perfeitamente, Hugo! Tb tenho seguido esse caminho. Na sexta meus amigos me chamaram para um barzinho, pensei em não ir com receio de alguém perceber meus olhos amarelados, mas depois resolvi ir para me distrair. Foi ótimo, ninguém percebeu e vida que segue. Também tô procurando ler e me focar em outras coisas. Mas sempre que penso o quanto falta bate muito desanimo. Força aí tb! Beijos, Nina

Anônimo disse...

[4]

Quinto dia.

De início digo: Nina, força e força! Vamos resistir.

Nesse sábado aceitei o convite para ir ao teatro e papear com conhecidos. Me fez bem. Pois, percebi que a vida continua linda. Fiquei pensamenteando "Como é bom receber atenção e dar atenção".

Essa noite dormi até bem. Tive muito sono antes, em consequências, dormi bem. Posso dizer assim: tô descansado.

Olha, estou mais atento e mais sensível, porque sei o quanto é bom estar de mente tranquila. Quero paz interior.Ficarei bem.

Continuo com fé e me apegando a Deus.

De modo simples, de Hugo.

Nina, recebi os beijos.Valeu. Deixoabraço para vc.

Seguiremos fortes!

Anônimo disse...

[5]

Eu, Hugo comento o meu sexto dia de PEP.

A queimação no estômago se fez mais perceptível. Antes do dia amanhecer me dei conta dessa irritação. Comi banana, com intenção de minimizá-a. Ela persistiu. Comi bolacha maizena e bebi água. De momento sumiu. Tornou aparecer novamente.Com isso, decidi comer bastante no almoço. A queimação me deu trégua.

Sabe, tive pesadelo. Lamento!
Ainda bem que já era "pra lá das 6hs da manhã".

Tô ansioso. Ando lendo. Li umas passagens bem interessantes. Mas, me esqueci de fazer anotações. Se possível posto quando calhar.

Preciso confessar, a saúde me desperta interesse, me prende o olhar.

Por fim, "andar com fé eu vou/ que a fé não costuma faiá"

Simplesmente, força e força: sempre! principalmente nesse tratamento.

Inté

Anônimo disse...

Tente beber muita água e se alimentar muito bem. Tô tentando evitar ficar de estômago vazio. Acho que ajuda bastante! Abraços, Nina

Anônimo disse...

Meu 9 dia!

Mais uma semana começou, os olhos amarelados praticamente sumiram. Ontem fiquei com bastante preguiça, passei o dia todo deitada descansando. Hoje fui trabalhar, mas também sinto alguns enjoos e gosto ruim na boca. Tô tentando comer bem, de vez em quando apelo para uns docinhos para dar uma alegrada.Acho que também o que favoreceu os enjoos foi a falta de água, esqueci minha garrafa em casa. Fiz atividade física sem problemas. Faltam 21 dias, vou pensar contando regressivamente. Engraçado que agora eu tô mais confiante, mas preocupada em dar zebra em relação à gravidez. Nossa, isso que tem me atormentado bastante, super arrependida de não ter tomado a pílula do dia seguinte. Mas como o Hugo disse aí em cima, "andar com fé eu vou que a fé não costuma faiá". Escrevendo essas coisas parece que fui uma fanfarrona, irresponsável, mas foi zebra das brabas mesmo. Sempre cuidei muito da minha saúde, foram pouquíssimas às vezes que me relacionei sem camisinha. Nesse ano resolvi dar um tempo na pílula anticoncepcional por conta dos prejuízos que pode causar ao corpo. Não estava namorando mesmo, então fiquei bem tranquila. Que arrependimento. Agora já era, o que tiver que ser, será. Beijos e em especial ao Hugo, que parece ser que está no mesmo drama que eu, quase em tempo real!

Nina

Anônimo disse...

[6]

Dia 7.

Gente, aqui é o Hugo.

Eita, faltam tantos dias ainda, mas assim vou persistir. Até porque me comprometi em fazer o tratamento e vou fazê-lo. É isso. E ponto.

Quantos aos sintomas da medicação, tenho a dizer que são queimação no estômago e preocupação; cocô mole é detalhe (não é bem isso/ incomoda também)

Mas estou aqui principalmente para falar: estou conseguindo fazer o tratamento, estou confiante e torcendo para o bem-estar de quem está angustiadx.

Nesse momento, lembro da Nina. Hey, Nina, vamos ficar bem! Me solidarizo com você, viu?! estou em situação semelhante. Simbora! Abraço com carinho.

Gente, quero compartilhar com vcs: separo um momento para tomar a medicação: são três indiscretos comprimidos. Para me medicar, já interrompi apresentação expositiva, já tomei do banheiro do restaurante, nas escadas rolante do metrô, até tive que me impor aos amigos dizendo que precisava de um momento. Tudo isso, para tomar a medicação no horário exato. Até agora tenho conseguido.

Me desejem tudo de melhor, desde já agradecido. Hugo.

Anônimo disse...

Força, querido, menos um dia! Nina

Anônimo disse...

Dia 10

Hoje foi um dia corrido no trabalho. Reuniões, planejamento, mas fisicamente me sinto bem. Os olhos amarelados não voltaram, só estou com uma indisposição alimentar. Dependendo do alimento sinto certa queimação e fico arrotando... não sei se é da medicação ou do meu organismo mesmo. Hoje fui à terapia, já fazia antes de acontecer. Foi ótimo! Contei tudo e foi muito bom compartilhar com alguém. Minha psicóloga me ouviu, tentou me acolher e me ajudou a refletir nas possibilidades futuras. Segundo ela, pela minha descrição, provavelmente as chances são pequenas. Mas ela tocou num ponto importante. Sobre o perguntar ao seu companheiro sobre sua história. No meu caso, eu não tive nenhum contato depois com a pessoa que me relacionei. Até poderia procurá-lo no facebook e fazer as perguntinhas básicas: quando foi seu último exame de sangue, se usa drogas com agulha e se costuma usar preservativos nas relações. Fiquei com isso na cabeça. Na hora H não tive esse clique de perguntar, fiquei paralisada. Também não sei se agora vale perguntar. Seria mais para tentar me tranquilizar.... outra ponto que ela tocou e acho importante compartilhar foi sobre o uso de métodos contraceptivos. Infelizmente ficamos muito presas às pílulas anticoncepcionais, mas existem outras opções que podemos usar, como o diafragma. Como não estou namorando e também não queria ficar tomando hormônio sem necessidade, achei melhor dar uma pausa na pílula. Só que a nossa vida é uma caixinha de surpresas, então é importante a mulher que não está afim de ter filhos em determinado momento, se previnir com um método contra as doenças e outro contra a gravidez. Só a camisinha, nem sempre dá conta do recado (como foi o meu caso). Marquei consulta na quinta com a minha ginecologista e vou abrir o jogo tb, depois eu posto o que ela disse. Boa noite a todos! Hugo, vc não está sozinho! Beijão!

Anônimo disse...

[7]

Cheguei no oitavo dia.

O que poderei destacar? Bem, vou me manter firme, conforme já ressaltei noutros comentários. Mas tenho que dizer: tive um dia com dor de cabeça e tontura, mesmo assim mantive a rotina. E fui dormir mais cedo.

Sempre que possível tento afastar os pensamentos que me angustiam para assim dar lugar a pensamentos que me deixa bem. Bora confiar! Continuo com fé.

*Nina valeu por compartilhar o seu relato.

Até.

De Hugo



Anônimo disse...

Dia 11

Firme e forte! Ontem dormi mais cedo. Tenho sentido mais disposição para o dia a dia. Mas de vez em quando bate um enjoo, mas leve. Minhas vezes também melhoraram. Acho que o corpo se adaptou à medicação. Amanhã irei à ginecologista e vamos ver o que ela me falará.

Forte abraço!

Nina

Anônimo disse...

Corrigindo: ao invés de *vezes é fezes.

Anônimo disse...

[8]

Chegou o dia nove de PEP.

Ah, faltam dias. Mas simbora!

Agora, um acontecimento que vale nota. Nossa, pela tarde quando fui fazer xixi como ardeu, antes não tinha sentido nada igual. Daí, percebi que precisava de água. Muita água. Providencie a água, a garrafinha anda comigo, para cima e para baixo: pra todo lado. Disse a mim, laranja é suculenta Então, decidi também uma laranja. Espero que ir ao banheiro não volte a ser dolorido. Por outro lado, tô conseguindo viver; os afazeres estão em dias. E claro, consigo me alimentar bem.

Continuo com fé. Poderoso Deus esteja com a gente.

Deixo boas energias para cada um de nós.

Só vamos. Força!

Do já conhecido Hugo.

Anônimo disse...

Hugo, minha urina tá normal, até mais clara porque tô bebendo muita água. Talvez seja isso mesmo. Se persistir, procure um médico, pode ser alguma infecção. Beijos, Nina

Anônimo disse...

Dia 12 da Nina!

Hoje fiquei super feliz e mais aliviada. O dia foi o cão, muito estresse no trabalho, tive que tomar a medicação na frente de várias pessoas, mas nem liguei e também ninguém perguntou. Fui à ginecologista e ela foi tão fofa, tão acolhedora. Sabe aquelas vovós fofinhas? Só faltou me dar um abraço. Disse que conhece muitas pessoas que fazem o uso da PEP, até um coroa amigo dela que pulou a cerca acabou usando. Disse que provavelmente não vai dar em nada. Quanto à gravidez, pelos cálculos, as chances são mínimas também, falou que eu podia ficar tranquila. Hoje também fiz um procedimento com ela, eu estava com uma verruguinha na parte externa da pepeka, já estava desde antes do ocorrido. Usei medicação local, mas a danada não caiu. Então minha médica cauterizou. Usei anestesia local. Ardeu um pouquinho, mas deu tudo certo. Retornarei nela em 15 dias para revisão. Ela disse que posso ter vida normal! Ah e me indicou o uso do DIU se eu não quiser tomar pílula. Nossa, tô me sentindo bem mais leve e confiante. Louca para que isso tudo passe e fique livre de remédio. Ah, hoje o único efeito que senti foi a diarreia. Logo de manhã cedo, tive que correr para o banheiro. Boa noite com muita confiança e bom astral! Beijos!

Anônimo disse...

[9]

Dia 10 (mais de 30% do tratamento já feito)

Oi?!

Antes de tudo, nossa que dia! Lindo lindo. Céu claro:o sol. Meus Deus, que Sensações. Para onde olho me sinto bem. Se vejo as árvores, gosto. Se de relance olho a face de outrem, gosto. Direciono os olhos pra lá, depois lanço o olhar para mais além, tô encantado. E de pertinho, nossa quantos detalhes, formas e cores. Hoje sinto o mundo com os olhos.

Quanto a ardência ao urinar, passou. (Nina*, a água resolveu). Gente o que continua é o cocô mole e a queimação de vez em quando. Porém, são fatos tolerável ou contornáveis. Simbora! Força!

Mais uma nota. Pessoal, nesses dias encontrei "fugas", a saber, li contos do Machado de Assis e por esses momentos dei-me à concentração e ao esquecimento de qualquer incomodo da minha vida real. Passa tempo.

Os contos foram três:
i) O caso da vara
ii) O espelho (espoço de uma nova teoria da alma humana)
iii) Um homem célebre

Planos pra hoje: quero sair para caminhar e correr um pouco.

Continuo grato a Deus e confiante.
Vamos seguir fortes.
Deixo abraço. Hugo.

Nota²: Nina, que boas notícias que sua ginecologista trouxe; nos tranquiliza. Olha, tudo de melhor, sempre e sempre.


Anônimo disse...

Vou me identificar como Alpha, tenho 22 anos.
Gente, que espaço maravilhoso de compartilhamento de experiências da PEP.
Bem, eu tive uma relação de sexo oral no dia 06 de agosto, além do oral ele gozou no meu rosto e acredito que um pouco de semen pode ter entrado em contato com meu olho, pois depois de lavar o rosto o olho ficou vermelho. Depois de uma noite me torturando pelo erro que cometi, mesmo sabendo que o risco é baixo depois de muitas pesquisas, resolvi ir fazer um teste e depois procurar a PEP, já que o semen pode ter entrado no meu olho, por ser mucosa, existe um risco maior. 07 de agosto fiz o exame e deu negativo, no CTA fui muito mal aconselhado por uma senhora, dizendo que não teria mais jeito que deveria esperar 30 dias pra saber se eu realmente peguei ou não. Tendo informação pelas minhas pesquisas na internet, fui correndo ao Serviço de Atendimento Especializado (SAE), lá fui bem atendido pela assistente social e pelo médico, falando com ele, ele me disse que sim, o risco era muito baixo e que seria escolha minha tomar a PEP ou não, eu aceitei, ele me passou exames e hoje eles devem ser marcados, segunda irei pegar a marcação do exame. No mesmo dia (07) já tomei a PEP, vamos lá ao meu diário.

Tomo a PEP todo dia as 23h
DIA
07: primeiro dia, não foi fácil, sabia que teria efeitos colaterais possivelmente fortes e quase desisti de tomar, mas pensei: corro risco de tomar isso o resto da vida, então é melhor tomar 28 dias.

08: acordei de madrugada com enjoo, mesmo seguindo a recomendação de me alimentar para tomar os remédios. Ainda de madrugada, evacuei, mas ainda normalmente. Quando amanheceu, vomitei. Fui para a rua e tomei água de coco e fui seguir a rotina.

09: acordo enjoado de novo, mas sem vomitar, tentei comer mas o enjoo veio com força e desisti. Me alimentei de frutas como banana e maçã, tomei suco de limão e a noite cometi o erro de comer pizza.

10: acordei e fui direto evacuar. Mais uma vez não consegui tomar café, mas cheguei em casa e almocei normalmente, assim como jantei, bolo de cenoura com leite e achocolatado (sei que deveria melhorar as opções, mas no contexto de morar com minha mãe eu tento despistar a situação)

11: Acordei e tomei café normalmente, comi pão assado, queijo de coalho e café com leite, almocei normalmente também e nesse momento estou só mantendo a frequência de beber muita água. Tenho ficado com a boca seca, principalmente porque estava me recuperando de um resfriado e estou com os ouvidos e nariz entupidos, está sendo mais dificil por esse aspecto.

Encerrando, meu receio é o amarelamento dos olhos e principalmente minha mãe desconfiar e eu ter que entregar o jogo, por mais que eu saiba que ela me apoiará, mas não queria causar esse desgosto a ela no qual eu mesmo já tenho desgosto próprio, mesmo tentando entender que foi um impulso sexual, um desejo que infelizmente as vezes tempos e se torna muitas vezes imprudente.

Meu segundo medo é ficar muito mal durante o tratamento, por exemplo, a ponto de ter que ir pra hospital ou urgência.

Meu terceiro medo é a questão dos rins e fígado, o médico passou exames que vão analisar se eu estou lidando bem com os remédios e justamente esse medo está ligado ao segundo, espero que eu esteja lidando bem pois os exames só vão ser feitos provavelmente próxima semana, um final de semana com esse receio.

Resumindo: estou com nojo de sexo, maldita hora que fui me deixar levar em uns minutos de tesão e prazer para agora ter 28 dias problemáticos e com minha rotina universitária mais perturbada do que já é. Vou preferir me manter a beijar alguns garotos e só, manter minha atividade sexual na masturbação pelo que vejo é o mais seguro. ESPERO que esse erro não passe disso, pelo risco ser baixo e usar a PEP, meu desejo é só ver um NÃO REAGENTE daqui a 30, 60 e 90 dias. Bem, vou contando o quanto eu puder e lembrar aqui e lendo o relato de vocês. BEIJOSSSS e força pra todos nós.

Anônimo disse...

Alpha 22 ainda falando aqui

Sobre o rapaz, as chances podem ser mais reduzidas
Falei com ele sobre meu medo, ele busca um relacionamento, mas não sei dos relacionamentos sexuais dele, claro, todo mundo é livre pra fazer quando quiser se está solteiro, e esse é meu medo. Ele disse que faz exames a cada 1 ou 3 meses. Eu prefiro não confiar, por mais que ele faça um hoje, não sabemos dos relacionamentos dele dentro de 30 dias, ficando ocultado pela janela imunológica um possível HIV que não sairia no exame. Bem, agora que comecei, vou até o fim, deixando um grande aprendizado: não confiar em ninguém, só transar com a pessoa que você já conhece há um tempo e que confia e ainda sim, deixando bem claro pra ela que devemos fazer exames regularmente. Eu mesmo, não vejo mais sexo como algo que valha a pena, eu gosto de viver, se estar com os amigos, de ouvir minha música, de estudar a tecnologia, a comunicação, ah... tantas paixões pra um simples momento de prazer deixar a vida mais angustiada... Não é mesmo?

Anônimo disse...

Dia 13 da Nina

Hoje o dia foi tão corrido, mas tão corrido que quase esqueço de tomar a medicação. Me deu o clique e logo comi. Tive novamente uma leve diarreia de manhã, mas só isso que tenho sentido ultimamente. Vida seguindo! Beijos!

Anônimo disse...

Tão vendo que o dia tá acelerado?! Não comi a medição, tomei né kkkkk

Anônimo disse...

[10]

Décimo primeiro dia de PEP.

Aí que aflição, voltaram as preocupações. Mas assim, eu tenho que entender de uma vez por toda que ficar preocupado não vai me ajudar em nada. Nada mesmo. O passado é imutável. E mais, tomei a medida necessária. Estou fazendo o PEP. Com isso e tendo fé, Alpha e Nina*, eu tenho que acreditar tb no NÃO REAGENTE, para as DST's.

Vou tentar deixar a aflição de lado. Tempo tempo. Eita Tempo.

Sabe, nesse ínterim tenho reconhecido o valor do bem viver, do quanto é importante o estado de consciência, a generosidade, enfim, a sensibilidade torna-me mais empático a dor do outro. Não posso deixar o Medo tomar conta do meu ser, não e não. Vai dar certo o tratamento! Paciência.

Outros momentos de "fugas": ouvi os conhecidos/amigos me tranquiliza, pq esqueço dessa aflição. Aaah os sorrisos, são lindos os sorrisos. Me interessa os momentos com eles dados que eles sorriem.

Vou continuar com fé e com mente forte.
Em pensamento e com a força do seu existir, por gentileza, todos vcs me abençoem. Desde já agradecido.

Do seu simples Hugo.

* mando energia positiva para todos.
-------------------------------------
Andei ouvido música. Andei lendo versos soltos. Coloco aqui passagens.



Anônimo disse...

[cont]

"(...)
E se eu chorar
E o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante
Que o teu canto é a minha força
Pra cantar
(...)"
(música: Sangrando, Gonzaguinha)
--------------------------------------

"A um passo de meu próprio espírito
A um passo impossível de Deus.
Atenta ao real: aqui.
Aqui aconteço."
(poetisa Orides Fontela)

Anônimo disse...

Dia 15

Olá, pessoal! Ontem o dia foi super agitado, não deu tempo de postar aqui. Enfiei o pé na jaca legal: tive um chá de bebê para ir com muitas guloseimas e umas amigas me chamaram para sair. Também acabei bebendo cerveja além da conta. Olha, foi ótimo, esqueci dos meus problemas. Mas hoje tô sentindo os efeitos. Tô com diarreia. Também vim visitar meu pai em virtude do dia dos pais e minha madrasta logo comentou que meus olhos estavam amarelados, se estava tudo bem. Fiquei gelada e sem responder. Só disse que iria ao médico. Bateu uma bad por conta disso. Como nessas horas o tempo demora a passar. Que eternidade! Mas vou seguir firme e forte até o fim. Abraços, Nina

VM disse...

Oi, podemos falar sobre pelo n 024988129154?

Anônimo disse...

[11]

Dia 12.

Gente, precisei redobrar a reza e os pensamentos construtivos. Comecei a sentir dor nas costas, região dos rins. Senti incomodo ao urinar. Meu Deus, ajuda-me! Ficava a dizer. Sobre o ânimo, o ânimo ia perdendo lugar para a aflição,com as fisgadas de dores. Dores leves, mas dores. Tinha que pensar numa solução, já que o incomodo persistia.

Não sei pq raios, decidi unir limão à água. Acho que foi informação da internet. Sei que abrandou minha inquietação. Me tranquilizei mais um pouco, no mínimo funcionou como medida "homeopática", não sei se posso usar esse termo. Enfim, consegui passar a noite.

Nessa fase do tratamento, senti que preciso redobrar a força, tipo resistir resistir e resistir. Optei por rezar rezar e rezar. Deus nos abençoe.

Vamos continuar resistindo. Simbora!

De Hugo

Anônimo disse...

[12]

Chegou o dia 13º de PEP.

Como a preocupação com os rins ainda persistia, e mais, atrelado a um certo cansaço, um pouco de indisposição. Resolvi que depois do almoço iria sair. Escolhi ir ao parque. Fiquei a caminhar e a notar os momentos da vida dos outros. Me sentia contente com o bem estar deles. Me fez bem.

Comprei água de coco, duas. Disse a mim que seria bom para o incomodo nos rins. Buscava alívio para o físico e para o psicológico ( Gente, não sei se água de coco é bom para os rins, pois não tenho recomendação médica)

Por fim, fui numa exposição com o objetivo de distrair os pensamentos.

Só vamos continuar o tratamento. Simbora. Bora!
Deus esteja com a gte.

Precisamos de Força.

Carinho para vcs.

Com afeto, de Hugo.

Obs: ¹ VM* por esse momento vou continuar a interação por aqui. Vc é bem vindx. Quando estiver mais fortalecido posso entrar posso interagir em outros meios de comunicação. Abraço, viu?!
² Gente, não faço revisão dos meus comentários, com isso passam erros de pontuação, ortografia, concordância, entre outros. Pfvor, releve. Num outro momento pretendo ser mais cuidadoso com os comentários.



Anônimo disse...

Gente, que alento encontrar essa página.
Tive uma relação protegida, mas a camisinha estourou.
Dia dos pais passado no Emilio Ribas, sai com três caixas de remédio para tomar por 28 dias.
Desde ontem que comecei sinto náuseas horríveis e hoje não tive força para trabalhar.
Fico pensando se vale a pena tanto sofrimento por uma dúvida.
Depois de encerrado o uso da pep, alguém sabe me dizer se todos os efeitos passam?

Anônimo disse...

Pelo que li passam em um dia. Força que sairemos dessa negativados! Nina

Anônimo disse...

Caramba Hugo, se cuida! Tá bebendo muita água? Se continuar com as dores, não seria melhor procurar um médico? Eu tb tive um pouquinho de dor nos rins, mas achei bem leve, descansei e melhorou. Acho que a alimentação e água ajudam muito. Força ai que tb rezarei por vc. Beijos, Nina!

Anônimo disse...

16 dia da Nina!

Boa noite! Hoje tive um dia cheio também. Mas prefiro assim pq me faz esquecer um pouco dessa situação. Meus olhos realmente voltaram a ficar um pouco amarelados. Acho que foram os excessos do fim de semana. Também me senti um pouco enjoada e com certa queimação. Tô bebendo muita água, comendo frutas e alimentações mais leves. Também tô evitando tomar café ou outras bebidas com cafeína. Não tem um motivo certo, mas acho que como uma forma de preservar o estômago. Caiu a ficha que já passei da metade do tratamento. Isso me deixou muito feliz. Termino de usar daqui a dois sábados, como tô louca para que chegue esse dia. Vamos com fé que tudo acabará bem no final. Abraços afetuosos, Nina.

Anônimo disse...

Hugo e Nina= fofos e queridos!

Anônimo disse...

[13]

Esse Hugo aqui conseguiu manter o tratamento no 14º dia da PEP.

Gente, assim, só vamos manter o tratamento: 28 dias. E para cada dia dizemos: "menos um dia de medicação, vou seguir forte, vou ficar bem".

Pessoal que tá chegando*: tenha mente forte, pensamentos construtivos, sempre e sempre. Estamos juntos!

Nina*, muito agradecido pelas palavras de carinho e cuidado. Gratidão mesmo. Olha, tudo de melhor para você, sempre sempre. Outro abraço, com igual afeto.

Gente, o objetivo é manter o tratamento em conjunto com a rotina e afazeres. Graças a Deus, tenho conseguido.

Quanto aos efeitos colaterais: eles existem. Mas são todos minimizados; uma vez que procuro forças em Deus ( dado que tenho formação cristã; não me julguem) e nos comentários desse blog. Hoje, sou todo gratidão. Valeu pessoaR!

De Hugo.

¹ Nina, continuo seguindo sua recomendação, bebo muita água. Vou acrescentar mais frutas na alimentação. Valeu pela força. Continue firme no seu tratamento. Fico na torcida para passar os dois sábados.

² Quanto ao fofo e querido; eu adorei hehehe, me fez um bem. Embora, a intenção primeira é compartilhar o processo da PEP.







Anônimo disse...

17 dia da Nina

Caramba, 17! Faltam 11, só 11 dias para terminar! Acho que agora vou começar escrevendo o quanto falta. Mais um dia corrido, caprichei mais nas frutas. Hoje não resisti e tomei café. Até que não senti nada. Mas como tomava muito mais, tô ainda receosa. Fui à terapia, que já fazia antes do incidente e é muito bom ter um espaço para desabafar. Tô otimista! Minha psicóloga disse que conversou com a irmã que é ginecologista e a opinião é a mesma: o tratamento é super eficaz. Ouvir essas opiniões me deixa muito mais leve. Comentei desse espaço criado e das postagens que tenho feito, ela achou uma ótima alternativa para não me sentir tão solitária nessa angústia. Ainda estou com diarreia sempre quando acordo. Mas só acontece nesse horário. Hoje não senti enjoo. Meus olhos estão mais claros. Tô disposta. Confesso que atualmente tô mais preocupada com a menstruação do que com o HIV. Não sei se deveria, mas tô me sentindo bem positiva que tudo terminará bem. Mas se eu tiver grávida? Nossa, não quero nem pensar. Espero não estar, mas se estiver... outra questão para se pensar. Mesmo não sendo o momento, nem com a pessoa que imaginei, provavelmente assumiria visto que já não sou tão novinha. Mas não é o meu desejo, de verdade. Enfim, essa parte da história já não se enquadra muito à proposta da postagem, mas acho legal colocar que para a mulher, além das DSTS, o descuido pode acarretar esta outra questão que também não é tão simples. Lembrando que no meu caso, usei camisinha e a bendita estourou. Nunca torci tanto para ficar bem menstruada rsss. Obrigada a todos pela força! Beijos e boa noite!


*Hugo, não nos conhecemos, nem sabemos o nome real de cada um, mas torço bastante para que dê tudo certo contigo. Quando tudo isso acabar, se for possível, poderemos continuar a manter algum contato.

* Anônimo, obrigada pelo fofa e querida rssss beijão para vc!

Anônimo disse...

[14]

Vem dia 15 da PEP (50% do tratamento)

Só vamos resistir!

Minha fé vai ser maior do que qualquer medo. É assim, se vem o medo logo logo trato de aumentar os pensamentos de confiança. Tem dado certo.

É verdade que faltam muitos dias ainda, mas também é verdade que o tratamento é importante HOJE. Não vamos esquecer isso.

Força galera!

Hugo

¹ Nina, entendo. Imagino a aflição. Mas por ora, vamos nos ater as baixas probabilidades de gravidez, conforme sua ginecologista disse. Vamos ficar bem, logo logo. Força, viu?!
² Quanto ao contato, acho inevitável. Nina, já te considero. Sim, vamos conversar muito ainda, já já acaba essa aflição; mas nossa interação continuará. Já até penso nos outros assuntos hehehe Abraço e fique bem.

-----------------------------------------------------------------------

Sobre trechos

"A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência"
(música: Paciência, Lenine)

"É, eu ando em busca dessa tal simplicidade
É, não deve ser tão complicado assim
É, se eu acredito, é minha verdade
É simples assim"
(música: É simples assim, Lenine)



Anônimo disse...

Boa tarde, pessoal!
Sou a anônima do dia 14, e continuo aguardando ansiosamente o diário do Hugo e da Nina.
Me chamo Ana, tenho 38 anos e no último sábado fiz a maior burrada da minha vida. Bebi todas num bar e conheci um cara, acabei transando com ele e a camisinha estourou, para ajudar fiz oral nele, mas minha boca estava machucada.
No domingo iniciei a PEP, desde então não consigo fazer mais nada a não ser pensar no que fiz e ter um arrependimento absurdo.
Tenho tido poucos efeitos, apenas muita náusea e o que mais me incomoda é o amarelo na pele e nos olhos, fico desesperada que não passe.
Estou ainda no 4 dia da PEP, mas rezando para que o mês passe logo.
Abraços e vamos firme que no final tudo dará certo.

Obs. Será que alguém que já acabou o tratamento poderia falar quais os efeitos que temos após os 28 dias? Obrigada!

Anônimo disse...

Amei suas citações de músicas, as coloquei para escutar aqui, super pertinentes para o nosso momento. Beijos, Nina

Simone Cardim disse...

Faltando dois dia para acabar p tratamento com a pep,o único e maior incômodo foi as fezes mole,pensei q n iria finalizar o tratamento então pessoal força e fé que tudo ficará bem!Assim espero.

Simone Cardim disse...

Tbm fiquei c os olhos amarelados mas logo passa viu,aguenta firme!Beijos

Anônimo disse...

Simone, os olhos amarelados foram em quantos dias de tratamento? Tô com medo de aparecer mais pra frente, estou no 10º dia da PEP

-Alpha

Anônimo disse...

Pelo que li, os efeitos somem depois de um dia de término e há muitas chances de negativar a sorologia. Beijos, Nina.

Anônimo disse...

Eu fiquei logo no início, acho que no terceiro. Depois melhorou, mas voltou. Nina

Anônimo disse...

Alpha voltando... Bem gente, hoje vou tomar minha 10º dose da PEP, sempre tomo as 23h, os enjoos pela manhã tem passado, a diarreia só existiu nos primeiros dias mas ainda assim o intestino é bem ativo, fora isso tenho levado meu dia normalmente, bebendo MUITA água pra não ter a icterícia, apesar de que a icterícia em pessoas mais cheinhas/gordinhas é mais difícil, acho que por eu ter quilos a mais isso me ajuda.

Essa semana fui no SAE e peguei a marcação dos meus exames de sangue que o médico passou, serão na próxima semana... Espero que dê tudo certo.

Enfim, estou seguindo e tentando levar meu dia normalmente pra não pensar que tô nessa fase. Acredito que não pegarei nada, meu contato foi de baixissimo risco, a pessoa talvez nem tenha e no fim, tudo isso é desconfiança, do cara e da forma de exposição. A PEP pra mim está sendo só uma forma de evitar da melhor maneira um possível contagio, melhor que passar 30 dias louco sem fazer nada pra evitar o contagio.

O melhor de tudo isso é o aprendizado... Não pretendo mais ter contato mais íntimo com pessoas que não conheço, mesmo com camisinha, pois na hora do ato infelizmente nos deixamos levar pelo calor do momento e podemos, por exemplo, não usar camisinha no sexo oral. Quem quiser se relacionar comigo vai ter que ser parceiro fixo e nossa certidão de namoro vai sair do CTA com um teste, pode ser bem chato e paranóico da minha parte, mas acho que cada um faz o que bem entende. Eu não queria ter que passar o resto da vida tomando coquetel de antirretrovirais, 28 dias estão me deixando apreensivo, imagina o resto da vida e aguentar efeitos colaterais o resto da vida, os que podem vir a curto e a longo prazo.

Nos veremos nos próximos dias.

Anônimo disse...

Faltam 10!!!! (18 dia)

MENSTRUEEEEEI! Não tô acreditando até agora! Veio certinho, conforme o aplicativo que uso no celular para acompanhar meu ciclo, Clue. Quase chorei no banheiro do trabalho, mas me segurei para os outros não perceberem. Mandei logo msg para a minha amiga da viagem para tranquilizá-la. Segundo ela, com a minha "neurose" exagerada, ela já estava preocupada. Também resolveu fazer seus exames para ver se tá tudo bem. Achei bem legal essa postura e acredito que o compartilhar da experiência serve para ligar o sinal de alerta das pessoas para os cuidados que devemos ter e os riscos de uma relação desprotegida. Tô tão feliz, tudo tá mais leve e colorida, tirei a metade do peso das costas. Agora só falta chegar o trigésimo dia, fazer o exame e aparecer NEGATIVO. Como disse o Hugo, com paciência chegaremos lá! Beijos a todos e força, muita força!

*efeito colateral do momento: diarreia leve matinal

Beijos, Nina

Anônimo disse...

[15]


Antes de tudo, Nina que boa notícia. Imagino o peso que foi posto de lado, ufa! Até suspirei. Alívio. Simbora! Abraço.

Dia 16

Olha, o esforço é no dia a dia, ora e outra, me pego ora explicando a mim mesmo "vou ficar bem", "o desfecho vai ser o melhor possível","Deus me cura" e tantos outros pensamentos construtivos.

Hoje não vou dá espaço para aflição. Mas sim vou dizer: posso manter o tratamento e vou conseguir, simples assim.

Minha reza vai ser assim:
Deus esteja em mim, me fortaleça. Dai a nós força, para todos. Para os que sofrem e os que estão aflitos: Saúde sempre.

Do então místico Hugo.

Simone Cardim disse...

O meu ficou amarelo mas ou menos na segunda semana mas ja melhorou siga uma alimentação comendo bastante verduras folhosas e beba bastante água

Anônimo disse...

Faltam 9 ( dia 19)

Ainda sinto a super felicidade de saber que não estou grávida. Estou com o fluxo super forte, sério, nunca fiquei tão feliz por isso! Dia corrido, chuvoso e trabalhoso. Resolvi ir ao salão dar um upgrade no visual. Irei viajar neste fim de semana com amigos, será um desafio continuar o tratamento na presença deles na frente. Mas já coloquei na cabeça que se alguém perguntar, irei falar a verdade. Semana que vem já acaba e estou bem otimista. Vamo simbora!! Beijos, Nina

Anônimo disse...

Nina,

Você ficou com pele e olhos amarelos? Se sim, demorou a passar?
Obrigada.
Ana

Anônimo disse...

Sim, mais os olhos. Olha, ainda estou até agora, mas estão bem mais claros. Na primeira semana ficaram bem amarelos, mas como reforcei a água e a ingestão de frutas, deu uma boa melhorada.

Anônimo disse...

Estou no quarto dia e por enquanto sintomas bem leves , acho que varia muito de pessoa p pessoa mesmo . Meu problema e que estou numa neura maluca em relacao ao pos pep e o que essa medicação pode nos causar problemas pelo resto da nossa vida , para mim q c 26 anos e qse nunca colocava um remedio na boca ta foda ...

Anônimo disse...

[16]

Dia 17.

Tenho que manter o tratamento hoje. Esse é um passo necessário. Com isso, continuo a mentalizar o Divino, preciso constantemente reafirmar " vou ficar bem e preciso ser forte".

Durante esse tratamento percebi que vou assumir um compromisso social, terei que me engajar no conscientização das Dst's. O sofrimento do ser humano precisa ser evitado. A gente é feito para estar bem, para bem viver e respeitar o outro.

Espero um milagre, espero ser negativado para todas Dst's.
Vamos manter o tratamento da PEP.
De Hugo.
vamos ficar bem!

Anônimo disse...

Hugo,

Você está tendo algum efeito colateral?

Simone Cardim disse...

Acabei de tomar minha última dose da pep!Agora é fazer os exames e torcer p tudo ficar bem!!Se eu consegui ate o final vcs tbm conseguirão...
Beijos em todos em especial ao Hugo e Nina estou na torcida!

Anônimo disse...

Foi muito bom encontrar esse blog. Estou no 21° dia é a ansiedade pela repetição do exame e a tão esperada notícia do NEGATIVO só aumenta.

Me chamo Bruno, tive uma relação com uma travesti cujo preservativo estourou enquanto ela me penetrava. Não houve ejaculação e o tempo dessa penetração foi pouco, mesmo assim é algo preocupante. Comecei a pep no dia seguinte após 22 horas do acidente. Felizmente tive poucos efeitos colaterais, sendo o mais visível a cor amarela nós olhos.

Tenho rezado todos os dias pela minha saúde com fé e esperança de não contrair nenhuma doença. Entretanto alguns pensamentos ruins acabam atrapalhando e às vezes fico angustiado com a possibilidade de algo dar errado.

Tomei coragem e liguei para ela e para meu alívio ela foi muito bem educada e acessível. Me mandou fotos de exames recentes com todos os testes negativos. Me falou muitas palavras de apoio e mostrando ser uma pessoa do bem e confiável. Como estou no final do tratamento, decidi seguir com as medicações até o fim, mas tomei a liberdade de tomar uma cerveja gelada para aliviar a tensão da espera, que agora se tornou menor com as informações que recebi da acompanhante.

Torço pelo sucesso no tratamento de todos, Nina e Hugo, que percebi que são pessoas que estão passando pelo mesmo susto que eu nessa época, tenham certeza que o dia de receber a maravilhosa notícia e de seguir com a vida sem doenças está chegando!

Sucesso!!!

Anônimo disse...

Alguem com problemas de ereção enquanto faz o tratamento?? Ou isso e coisa da minha cabeça, to numa furada sou homem e tive uma relação c uma amiga de um amigo meu sem preservativo e me submeti a pep , e agr minha esposa voltou e ta dificil a situação

Anônimo disse...

Normal. Acredito q o peso do fator psicológico é determinante. E a necessidade de ter q usar camisinha com a própria esposa acaba deixando a situação ainda pior.

Anônimo disse...

O pior e que nao usei seria muito estranho pedir do nada isso , e caso eu tenha sido infectado ou não msm fazendo o tratamento posso passar pra ela?

Anônimo disse...

Pelas informações da enfermeira que me atendeu e receitou a pele, só ocorre transmissão de uma das pessoas estiver infectada. Logo, se entender que existe uma possibilidade, mesmo que mínima de infecção, é melhor procurar o serviço especializado.

Anônimo disse...

[17]

Oi gente, sou o Hugo.

Antes de comentar o 18º dia de PEP, faço outros comentários.

i) Simone Cardim*, você acabou o tratamento. Wow! imagino o quanto você precisou ser forte, se manteve forte. Valeu por compartilhar, pois quero terminar o tratamento assim como você conseguiu. Olha, me senti beijado, viu?! Valeu pelo carinho. Vamos ficar bem. Fico na torcida também. E mais, deixo um abraço demorado e com carinho para você. Simbora! Mais um vez valeu pelo exemplo.

ii) Bruno, me solidarizo com a sua preocupação e aflição. Olha, bora manter a tranquilidade. Percebi pelo seu relato que tudo vai ficar bem. Acredito e torço pela sua saúde. Bruno, agradecido pela mensagem; a recebi com energia, seu gesto de gentileza me faz acreditar num desfecho sem angustia, prevalecendo a saúde. Gratidão. E só vamos continuar com fé.

iii) para um anônimo*, acredito que a turbulência psicológica leva a poucas ereções. Afinal, Nossa cabeça está preocupada: fica teorizando problemas e possíveis soluções. Daí as ereções são raras. Quanto a resguardar outra pessoa, isso é indiscutível: deve-se evitar a transmissão de dst's, mesmo sendo a probabilidade pequena resguarde sua companheira. Até porque a gte é feito para ficar bem, para estar bem. Torço pela sua paz interior.

iv) para um outro anônimo, sim eu passo por efeito colateral. Não é um tratamento leve para mim. Pois tenho nervosismo, isso me traz dores de cabeça, fisgadas na região dos rins, formigamento pelo corpo, pontos de luz na vista, cor amarela no olhos e pele, preocupação e outros sintomas, além de fezes mole, queimação no estômago e na hora de urinar. Vale dizer, ora alivia os efeitos colaterais, ora eles se tornam presentes. Mas assim, como eles não estão concentrados e sim espaçados ao longo do tratamento consegui resistir e estou resistindo. E o mais importante: é tentar contorná-los, com isso, me recorri ao blog, a água, a Deus, a me alimentar bem, ao entretenimento (leitura, filme, conversas com conhecidos/ amigos, entre outros), ao chá, ao descanso, a coerência dos pensamentos, para assim, dar espaço para os pensamentos construtivos. Vamos sermos fortes, combinado?! sim combinado.

v) Nina*, sei da sua ida, melhor da sua viagem. Mas quero registrar aqui minha admiração, pois vc consegue conciliar o tratamento com a vida cotidiana. Me Lembrei de uma passagem: " A vida só se dá para quem se deu". Então, aproveite a viagem e fique bem. Agora fiquei a imaginar, a vida gosta de quem gosta dela hehehe. Beijo.

----------------------------------------------------------------------------

18º dia de PEP

Decido ressaltar o otimismo: as imagens agradáveis do mundo. Apesar da luta para manter a tranquilidade interna, momento a momento, conto com Deus, conto com a Fé, conto o pensamentos construtivos.´Simbora!

Fiquei inquieto, aflito, preocupado. Quis esquecer as preocupações, queria paz. Busquei filmes. Escolhi o "Fabuloso Destino de Amélie Poulain".

Gte, que ternura esse filme. Ai, muito gracioso. Sobre o ser e estar no mundo. Foi um afago para minha preocupação.

Como não bastasse o contentamento, fui numa pré estreia. Filme "Corpo elétrico". Outro filme, outra pegada. O filme aborda a delícia e a dor de ser um jovem gay na atual sampa.

Fiquei refletindo. Considerei bons afazeres. Me senti lento. Gostei.

Hey, estou como se amasse, será efeito colateral da PEP?!. Sinto-me com certo sentimento cordial e puro. Puro no sentido de me trazer paz interior. Veja, até perdi um bom tempo olhando a copas das árvores... nossa que desenho! os galhos se expandindo em todas as direções, leves e simplesmente existindo. Verdade são tortos, mas lindos.

Enfim, vamos manter o tratamento: Força, Fé e Gentileza.

Do ainda e mesmo Hugo.

Simone Cardim disse...

Mesmo sabendo que a sorologia positiva já não é mais uma sentença de morte mesmo assim não esperamos passar por isso,hora me vejo super otimista com o tratamente(pep) outra hora me sinto fragilizada pela possibilidade de estar infectata,são tantos os medos sensação de impotêcia mas sigo tentando me manter calma e tranquila,acho que o pior é nossa cabeça mesmo!
Seria de grande ajuda termos acompanhamento psicólogico de suma importância,não gostei do atendimento no SUS fiquei muito triste pois não tem estrutura alguma,foi feito um exame de sangue no qual nao tinha algodão e álcool e tive que tomar duas injeçoes de bezetacil na frente de todo mundo e em pé,me senti um lixo,saí de lá atordoada tendo que dirigir me sentimento pessima fisicamente e emocionalmente,farei os exames de sangue pelo plano pois a pessoa q coletou meu sangue n conseguia achar a veia saí de lá toda furada e a veia estourou senti uma dor horrível,infelizmente nem todos nós temos condições de ter um atendimento digno.Desculpem mais foi só um desabafo sofri violência sexual e não tive coragem de contar p ninguém aqui em casa.Dias difícies...

Anônimo disse...

[18]

Dia 19

Para fugir da inquietação dentro da minha cabeça dei-me a conversas com amigos/conhecidos, isso deixou meu dia mais brando.

Preciso espera o tempo: o decorrer do tratamento. Estou pensativo.

Mas assim, vou recuperar às forças de outrora. Vou dizer: Meu Deus, me mantenha forte, me dê saúde.

Só vamos seguir o tratamento. Simbora!

Força!

Hugo
-----------------------------------------------

¹ Simone Cardim, nesse momento sinto que o seu último comentário é tb uma "fala" minha. Todas essas observações que você fez aconteceu de modo semelhante comigo, exceto a exposição ao risco. Que no meu caso, ainda não estou preparado para falar. Olha, imagino o seu drama psicológico. Desde já vou mentalizar muito força para nós. Nós precisamos sermos fortes. Deixo abraço.

Anônimo disse...

Tds esses sintomas passam dpois que acabar o pep ne? Pq olha ficar meio broxa nao da nao ...

Anônimo disse...

Pensei sobre isso nesses dias, o compartilhar da nossa experiência acaba servindo de alerta para o próximo. Ótimo caminho! Beijos, Nina

Anônimo disse...

Faltam 6!! (22 dia da Nina)

Bom, como mencionei, fiz uma viagem de final de semana com amigos para Paraty, no Rio de Janeiro. A viagem veio em boa hora, visto que fiquei com pessoas de boa energia e a cidade é uma graça. Super indico para quem gosta de um clima mais ameno e com uma energia bem gostosa. Sobre o tratamento, para variar, dei uma exagerada nesse fds. Tomei bebida alcoólica. Foi pouca, mas senti um incômodo no fígado. Assim que senti, parei de tomar e investi na água. Não descansei muito, mas praticamente levei a vida normal. Antes de iniciar a viagem, acabei desabafando sobre o que tinha acontecido com uma amiga mais próxima que iria viajar comigo. Nossa, foi como retirar mais um peso das costas. Ela me acolheu super bem. Acabei falando pq ela seria a pessoa que teria mais intimidade na viagem, então se me visse tomando as medicações, provavelmente iria perguntar para quê serviam. Não me alimentei tão bem, bebi menos água, enfim... Claro que não é o caminho ideal, mas tentar seguir a vida conforme ela já era antes do acidente me faz deixar guardada essa angústia no fundo do meu coração. Para mim tem sido bem importante fazer as coisas que eu gosto, estar com pessoas que me tragam boas energias e ouvir palavras de apoio, sendo daquilo blog ou próximas a mim. Última semana começando e não vejo a hora de terminar! Boas energias para todos nós!!

* Hugo, obrigada pela admiração, acho que cada um nesse período acaba encontrando a sua forma de amenizar o sofrimento, a minha tem sido me isolar menos. Tem sido um ótimo jeito de fazer o tempo "passar mais rápido".

* Simone Cardim, deixo meu abraço caloroso, imagino o quanto seja seu sofrimento e sua angústia. Se vc tem a possibilidade de procurar um serviço privado, procure. Faço terapia há uns anos, mas nesse momento acho bem importante investir em uma, afinal acabamos sofrendo calados. Todos deveriam fazer terapia em algum momento da vida, acabamos enxergando a vida com outros olhos. Abraços afetuosos!

Anônimo disse...

Olá, estou no tratamento da PEP, já no 12 dias, e aconteceu que em uns três ou quatro vezes eu perdi o horário da medicação,com atraso de duas à Quatro horas, sendo quatro horas foi o mais longo, que foi hoje no domingo, eu dormi e me esqueci, será que posso NÃO ter um bom resultado? Quanto aos sintomas, estou até bem, somente com os olhos amarelos e de vez em quando acordo às 3/3:30hs e demoro a volta a dormir, também às vezes com queimação no estômago.

Simone Cardim disse...

Obrigada pelo abraço caloroso,vou buscar ajuda sim!😍😘

Anônimo disse...

[19]

Dia 20

Tô passando para dizer que conseguir manter o tratamento no dia de hoje.

Hoje é um registro rápido, mas considero necessário.

Força e Fé

De Hugo. Voltarei com mais atenção quando puder.

Anônimo disse...

[PEDRO 1]

Olá. Acabo de começar o tratamento da PEP. Hoje é meu dia 1.

Me chamo Pedro (fake) e sou um homem gay.

Essa madrugada, estava eu sem sono e com um fogo aceso, pra falar o português claro. Falando com umas pessoas pelo Grindr, conversei com esse rapaz aqui em Brasília. Vim à trabalho por uns dias e resolvi aproveitar um pouco.

Sou solteiro. 32 anos. Não faço sexo com frequência. Mas sempre mantenho meus exames atualizados. Fiz, aliás, há poucas semanas e tudo está ok.

O que aconteceu foi: estávamos lá no rala e rola E, nos finalmentes, depois que ele teve o orgasmo, eu continuei me masturbando (normalmente sou ativo, mas hoje eu estava sendo passivo).

Assim que tudo acabou e ele foi retirar o pênis, a camisinha ficou presa. Começamos a procurar pela cama e lençóis e então percebi que estava em mim. Logo consegui puxá-la para fora.

Eu havia visto que durante todo o ato ela estava devidamente colocada. Foi nesse momento que escapou. Entrei em desespero na hora.

Conversamos sobre o caso. Falei que fiz exame há pouco e que estava tudo ok. Ele me disse que faz há cerca de dois meses e também estava tudo ok -- e que transou poucas vezes depois disso.

Assim que voltei para o hotel, resolvi ir ao hospital ver essa questão -- me indicaram outro, só que nenhum dois dois tinha pessoal para atender essa emergência. Me indicaram para ir a um centro especializado aqui em Brasília. Para lá eu fui algumas horas depois.

O fato aconteceu pouco antes das 4 da manhã. Fui aos hospitais e consegui finalmente ser atendido quase às 9. Passei por triagem, a enfermeira conversou comigo, explicou. Tentou me acalmar, pois eu estava (e ainda estou) nervoso e bastante ansioso.

Finalmente, às 11h, tomei a primeira dose de PEP. Serão longos 27 dias mais até terminar o tratamento. Estou com medo.

Apesar de termos conversado e o rapaz ter dito que estava tudo ok com ele, sei bem que pessoas podem mentir. Falei isso para a enfermeira e para a médica que me atenderam. Elas me acalmaram (ou tentaram, pelo menos), explicando que o tratamento é bastante eficaz.

Encontrei essa página nas buscas sobre efeitos colaterais e sobre como são os dias depois que se começa a tratar com esses medicamentos. Tenho medo, repito.

Mas estou confiante. Espero que tudo siga bem, que eu não tenha reações muito fortes, e, principalmente, que não tenha havido nenhum tipo de contaminação.

Sei que estou fazendo exatamente o que eu devia fazer num caso desses. Vamos seguindo em frente.

Simone Cardim disse...

Vai conseguir sim terminar o tratamento tem pessoas que nao sentem nada,depende de cada organismo,estamos na mesma situação vamos ficar bem!!Eu creio!Fica bem!Beijos

Anônimo disse...

Dia 08

Poucos sintomas alguns remelexo na barriga de vez em quando e olho e pele um pouco amarelado , pelo que li aqui acho q o comeco e o pior e n tive quase nem um problema com os efeitos colaterais , acho q os exercícios fisicos me ajudaram bastante. So tem um que vem me emcomodando a dificuldade de ereção, nao sei se chega a ser impotência sexual mas esta dificil .. alguem sabe me dizer se e normal? E se quando acabar o tratamento td volta a ativa ?

Simone Cardim disse...

Pelos relatos que li,sim!

Simone Cardim disse...

Vou fazer o exame amanhã🙄MEDO!

Anônimo disse...

[Pedro]

Valeu!!
Vai na fé que vai estar tudo bem!!

Anônimo disse...

Boa sorte, Simone, tudo dará certo!
Ana

Anônimo disse...

Boa tarde, pessoal! Sou o anônimo do dia 27 de maio (nome fictício: Gustavo). Bem, julguei ser coerente e necessário relatar como estou agora, meses após o término do meu tratamento, e o que aprendi com esta experiência.
Embora meu caso tenha sido bem atípico e com poucas chances de risco, eu resolvi não desconsiderar as probabilidades de contágio e fazer o uso correto e controlado da PEP. Fiquei com um rapaz de apenas dezessete anos que é portar do vírus HIV. Na verdade, apenas nos beijamos, mas como estava fazendo um tratamento dentário e sou um tanto neurótico resolvi optar pela profilaxia pós-exposição pouco antes que se encerrasse o prazo máximo, ou seja, cerca de 72 horas. Honestamente, não vou negar que os efeitos colaterais foram bastante significativos e vivi um mês de profunda angústia e desmotivação. Contudo, devido a uma inflamação de garganta que tive na época, desesperei-me e resolvi procurar uma Otorrino para avaliar minha garganta e acabei contando a ela todo o ocorrido. Ela ficou bastante preocupada, primeiramente por eu não ter procurado um infectologista antes de iniciar a medicação, o qual teria me informado sobre os reais riscos e orientado-me a seguir ou não com os coquetéis. Devido a este e aos demais relatos correlacionados à minha vida pessoal e sexual de modo geral, ela orientou-me a iniciar uma terapia que me ajudasse a controlar minha ansiedade e também auxiliasse em meu processo de autoaceitação. O fato é que, mesmo que até hoje eu não tenha feito os testes (na época ela acreditou que minha infecção de garganta como outros sintomas que relatei fossem, na verdade, reflexo do meu nervosismo e tristeza que provavelmente diminuíram minha imunidade além do período, maio, propícia à contração de viroses e pequenas infecções) sinto que as coisas tomaram um novo e melhorado rumo. De qualquer modo, senti - durante os 28 dias de tratamento - sensações extremamente desagradáveis: insônia, suor frio durante à noite, muita diarreia e gases constantes, além de uma certa indisposição oscilante. Também fiquei impotente durante esse período, conseguindo masturbar-me uma única vez, com esperma em pouca quantidade e amarelado. Hoje, estou bem melhor, graças a Deus, e tudo voltou a funcionar normalmente. Confesso que fiquei apreensivo em fazer os exames e optei por adiá-los até que eu me sinta um pouco mais relaxado e confiante. Mas tenho fé em Deus que tudo está bem e assim permanecerá! O que aprendi com isso? Que jamais devemos julgar quem quer que seja pela aparência ou idade, pois a doença - nos dias de hoje - vem mascarada de uma nova aparência diferente do que costumava ser visto em meados dos anos 90. Por isso, tomem cuidado, valorizem-se, e não deixem que o prazer momentâneo leve-os a tomarem decisões precipitadas que acarretarão em arrependimento tardio. Amem a si próprios e jamais confiem em ninguém. Exijam sempre os testes, tanto para seus ficantes como para seus(suas) respectivos parceiros(as), namorados(as) e afins... Cuidado nunca é demais. Desejo boa sorte a todos e que Deus nos abençoe!

Anônimo disse...

[20]

Sou o Hugo e estou no 21º dia de PEP.

Estou pensativo, por pensamentos me mandem forças.

Vou manter a força e a Fé. Deus cuide da gente.

Inté

Anônimo disse...

Gustavo, obrigada por voltar e comentar como é após a PEP. Espero que vc fique muito bem.

Hugo, pensamentos positivos para vc, falta muito pouco para acabar.

Abraços

Ana

Dante disse...

Olá pessoal!
Me chamo Dante, tenho 30 anos. Depois de ler todos os relatos da pagina, resolvi contribuir também com o meu processo da PEP.
Eu conheci um rapaz de 40 anos pelo aplicativo Happn. A priori tínhamos o mesmo objetivo (relacionamento), mas talvez o encanto tenha se quebrado. No último domingo resolvemos ficar em casa e namorar, contudo, acabamos por avançar o sinal. De início a pegada estava bacana, até que em dado momento ele penetrou sem camisinha e de imediato pedi que colocasse o preservativo (o que aparentemente não o agradou muito e me deu uma broxada).
Venho de relacionamentos sólidos, em que sempre odiei transar sem preservativo por uma questão de segurança e até higiene e o acontecido me intrigou bastante.
Pelo fato de ter tido a penetração sem camisinha (apesar de rápido), meio que dei uma surtada quando estava voltando pra casa. Aquilo ficou martelando na minha cabeça, tipo ... se ele fez comigo é capaz de ter feito com outros e talvez esses outros consentiram ou não ... e por aí começa a rolar uma paranoia louca na cabeça e comecei a ler a respeito da PEP para tentar me tranquilizar.
Por sorte, próximo a minha casa existe um posto de testagem e aconselhamento.
Realizei 3 testes HIV, Sifilis e Hepatite B, todos com resultado NÃO REAGENTE (confesso que chorei).
Apesar de ter sido rápido o contato, a infectologista indicou o tratamento por 28 dias.

Ontem foi o meu primeiro dia - senti sonolência, uma sede incrível e as fezes um pouco mole, mas nada demais!

Depois que li relatos sobre os extremos efeitos colaterais, pensei em parar logo de cara pq seria demais, mas após desabafar com um amigo, fiquei mais tranquilo e vou prosseguir no tratamento.

Hoje é meu segundo dia. Novamente a sede me consome (até agora - 14h22min - já tomei 03 litros de água, o que é muito para uma pessoa que male male bebe água). As fezes continuam moles, mas não chega a ser uma diarreia. Tenho tido gases moderados.

O importante é ficarmos tranquilos, pois o nosso psicológico fica extremamente abalado e isso com certeza contribui para a piora dos efeitos colaterais, o que não é nada bom.

Acredito que se mantivermos uma rotina normal, como sempre, mas com alguns regramentos, iremos conseguir finalizar esses 28 dias.

Importante - tenha um amigo para desabafar, certas coisas não precisam ser passadas sozinhas e sem apoio!

Entre um espaço de tempo e outro, vou tentar compartilhar o processo do tratamento, creio que vai me ajudar e também ajudar aqueles que compartilham do blog.

Abraço forte a todos!

Anônimo disse...

Concordo plenamente. Que bom que terminou apesar dos problemas, o psicológico realmente afeta e nos faz ficar doentes. Espero que dê tudo certo e o recado você deu: não confiar em ninguém, nem em uma pessoa conhecida, amigo...

[Alpha]

Anônimo disse...

Alpha retornando depois de uns dias

Hoje tomarei minha 17° dose da PEP. Os efeitos foram horríveis nos primeiros dias, acordava de madrugada, vômitos, enjoos, diarréia, muita sede apesar de beber muita água. Na segunda semana tudo começou a se normalizar. Estou levando meus dias normalmente mas bebendo muita água e não consumindo álcool e evitando até uso de outros remédios para evitar sobrecarregar o fígado, que pelo o que eu entendi, já fica sobrecarregado pela PEP. Únicos sintomas é realmente que os olhos ficam amarelados, mas no meu caso, como falam que pessoas mais acima do peso tem menos tendência a icterícia, está bem leve e tenho tomado muita água para que não fique mais amarelado. Outro sintoma é o intestino bastante ativo, não é tanto diarréia mas as vezes acordo cedo de manhã já com vontade de ir fazer as necessidades, vem com bastante intensidade, mas a textura já não é mais de diarreia como nos outros dias.


A mensagem que eu deixo é: apesar das reações, levem o dia normalmente, procure focar nos afazeres, converse com os amigos, dê risadas, se distraia ao máximo e pense positivo sobre o que está acontecendo, você está se cuidando e com a eficácia da PEP, depois tudo ficará bem. NÃO DESISTAM de tomar a PEP, se sentirem algo muito ruim, procurem um médico, pois não vale a pena parar e acontecer uma possível infecção que resultará na ingestão desses remédios pelo resto da vida.

Positividade, alegria, risadas, música, dançar, olhar o céu, pássaros. Não sei se dentro das reações da PEP ou psicológicas do momento, estão admirar melhor o que está ao meu redor, as pequenas coisas e, apesar de tudo, sorrir.

Vai dar certo, pessoal. Avante.

Anônimo disse...

Faltam 4! (Dia 24 da Nina)

Oiii, adorei ler os novos depoimentos, acho super importante compartilharmos as nossas experiências para tentarmos amenizar o sofrimento de quem está iniciando o tratamento. A semana começou bem difícil para mim, estou com muito estresse no trabalho. Ontem não consegui postar por falta de tempo mesmo. Hoje após o trabalho fui a uma exposição e encontrei um antigo affair. Isso me deixou mais animada, mas só demos uns beijinhos e fizemos umas brincadeiras. Nada demais. Fiquei mais animadinha, mas me sinto meio cansada e mais amarelada. Os outros sintomas praticamente sumiram. Nunca quis tanto que um fds chegasse logo para me ver livre dessas medicações. Uma coisa eu digo, independente dos efeitos colaterais, sigam o tratamento. É possível sim conseguir chegar até o final vivendo "normalmente". É chato, mas é melhor do que não fazer e ter o risco de se contaminar. O tempo vai passar da mesma forma, acho que o melhor é tentar investir em coisas que vcs mais gostam de fazer para tentar "apressá-lo" a passar. Beijos, Nina.

Anônimo disse...

[PEDRO 2]

Tomei hoje (22) a minha segunda dose. Mas vou voltar umas horas na história.

Dormi bem. Acordei várias vezes durante a noite, mas dormia em seguida. Creio que pela ansiedade. Não posso dizer que tive insônia. Eu iria buscar o teste rápido hoje (estranho, mas o teste rápido não tá saindo tão rapido assim aqui em Brasilia). Fui. A enfermeira me recebeu e me entregou o exame. Não reagente. Ótimo! Mas eu estava muito nervoso.

Comentei com ela sobre tudo o que eu ando lendo e vendo de depoimentos pela Internet. Falei sobre os medos que tenho pela exposição e tbm da reação dos medicamentos. Ela me explicou sobre a eficácia da PEP. Reforcei os meus medos. Ela reforçou os detalhes e a importância de eu ter ido atrás dessa opção de tratamento em tempo hábil para que ele seja eficaz. E também sobre os possíveis efeitos colaterais. Ela me deixou mais calmo.

Como sempre dito, cada pessoa é uma pessoa. Mas ressaltou que o amarelado é, de fato, esperado. Os demais efeitos, pode ser que ocorram.

Por hora, depois da segunda dose, não tive nada. Nada de enjoo, nada de dor de cabeça, nenhuma alteração na atividade intestinal. Sede eu tenho tido, mas creio que seja pelo clima super seco que está aqui em BSB nesses dias. Bom, tenho tomado bastante água -- pelo tempo e também para suavizar o possível amarelado.

Levei um dia muito bom. Mais tranquilo pela enfermeira ter me atendido super bem e ter tido a paciência e delicadeza de me explicar tudo e também por ter tido mais certeza que isso é exatamente o que eu deveria estar fazendo no caso dessa exposição. Apesar de estar aflito, sei que estaria muitíssimo mais depois de ter passado já quase 70 horas do ocorrido e o tempo para uma ação estar chegando ao fim. Além disso, em mais algumas horas já terei tomado a terceira dose! Ou seja, falta pouco para faltar 25 dias! Hehe

Ps: de acordo com a enfermeira, dos cerca de cinco anos que ela trabalha nessa unidade de saúde, ela não viu nenhum caso de soroconversão de quem fez tudo certo! Ou seja, todos os tratamentos levados à risca tiveram o resultado esperado e não houve nenhuma contaminação. Ótimo!

Vamos em frente. Amanhã será um novo dia. Um novo dia nesse tratamento e um dia a menos desse tratamento. Logo tudo está devidamente feito!

Ps 2: sinto que meus posts, apesar de poucos até agora, têm sido longos. Me empolgo pois aqui é um canal que sinto que rola uma identificação com os demais, uma sintonia, e quero contar como as coisas estão indo.

Força.

Anônimo disse...

[PEDRO]

Ps 3: errei na conta. Não seriam 70h ainda. Seria algo próximo a 50h. Enfim, já teria passado um bom tempo.

Anônimo disse...

[21]

Outro dia com o tratamento da PEP: 22º dia.

Gente, preciso dizer que leio e releio todos os comentários. Gosto dessa interação, enfim, do gesto atencioso de cada relato. Aqui vcs tem um leitor, eu Hugo. Valeu, Nina, PEDRO, Simone Cardim, Alpha, Dante, Gustavo, Ana, entre outros, incluindo anônimos.

Ante qualquer indisposição, só vamos manter o tratamento. Os dias passam e a gente fica bem. Reforço, bora de pensamentos construtivos, com Fé e Força.

Se vier indisposição, serei mais forte. Simbora!
Deus nos abençoe

Abraço desse Hugo.

Anônimo disse...

Tamujunto, Hugo!

Foco, fé e força!

[PEDRO]

Anônimo disse...

Qual foi o seu tipo de exposição, e vc sabia q seu parceiro era soro positivo?

Anônimo disse...

Vc é um querido! Tá acabando!! Força e fé! Beijão! Nina!

Anônimo disse...

Ótima notícia, Pedro! Irá dar tudo certo conosco! E força no tratamento. Não será fácil, mas passará! Beijos, Nina

Anônimo disse...

Olá pessoal , Bom dia, Boa tarde ou Boa noite .. Me chamou Lucas (Nome Real) . Bom pessoal , acho que se você está aqui é porque está passando por algo parecido com a que eu passei. Meu caso foi.... um Domingo, festa em família, muita comida E cervejas então acabei passando do limite é fiquei muito bêbado, fui embora para casa porém toda via , passei por uma rua que ficam algumas GPs então resolvi parar está com um dinheirinho (a maior burrice da minha vida) contratei o serviço da menina , sem mais detalhes na hora H a camisinha estourou . Fiquei na hora desesperado , brochei e o que me deixou mais mal foi que a menina nem a preocupou , perguntei se ela era limpa , ela simplismente disse que nunca tinha feito exame algum ... o mundo se foi ao chão, paguei e fui embora ,agora o problema estava formado, não dormiu naquela noite pensando naquilo , no outro dia fui trabalhar ,sou vendedor temos metas diarias, não fui nem um pouco produtivo só pensando naquilo , quando resolvi ir a um centro especializado . Lá sinceramente Fiquei assustado pois estava muito abalado e a doutora falou que era uma situação muito arriscada e que a Pep tinha menos de 40%de eficácia. Comecei a pep poucos efeitos colaterais , o mais pesado e a mudança Nós hábitos intestinais , então se foram 28 dias . (LEMBRANDO PESSOAL NÃO TOMEM OS COMPRIMIDOS EM JEJUM ) Pois na minha situação fazia muito mal. Nesses dias esse blog me ajudou muito , ainda mais depois que o Hugo e a nina começaram a postar , outra coisa pessoal e que o hiv não se transmite de forma tão fácil , em 10.000 exposições são no máximo 100 infecções . Isso seria 1%. Isso não quer dizer que não precisa usar preservativos mas em alguma eventualidade não se sintam tão mal como quando eu passei por isso. Continuando , fui ao médico aos 30 dias após a exposição , em outro local , só que lá uma medica muito atenciosa me recebeu , contei todo caso sem esconder nada .então repeti os exames , 30 minutos estavam prontos , nossa fiquei muito apreensivo. . Então todos os exames não reagentes ou melhor dizendo sem HIV . Essa outra doutora me falou esse caso do HIV estava encerrado, pois como já tinha dado a janela imunológica E eu fiz a pep era impossível o exame se positivar mais tarde . E que a pep e Quase 100% de eficácia . Eu acredito na segunda doutora . Pessoal continuem o tratamento , se apaguem com Deus quem acredita nele , e quem não acredita pensar somente o positivo , sei que e difícil mas sim no final você não ter hiv. Mas faça por favor , não desista eu acredito em todos vocês .. parabéns nina e Hugo pelo tempo que disponibilizam para relatar o dia de vocês ... tchau a todos vou continuar acompanhando vocês aqui

Anônimo disse...

Dia 25 da Nina!

Nossa, fico emocionada em ler os relatos. Todos estão apreensivos, mas percebo o quanto aqui se tornou uma fonte de esperança! Hoje olhei para os frascos com poucos comprimidos, pensei na trajetória que percorri até aqui. Me sinto orgulhosa de estar seguindo forte no tratamento. Agora penso como será o momento de fazer o exame. Ansiedade começa a surgir, mas os comentários positivos de todos me fazem ter mais fé de que tudo acabará bem. Tô louca para voltar a minha cor, tô me vendo amarelada. Hoje confesso que a fadiga bateu, não tive muita disposição para a atividade física ou para estudar. Pior que estou num momento que deveria estar estudando, mas cadê a tranquilidade? O fim se aproxima. E com fé seguiremos. Beijos, Nina

Dante disse...

Olá pessoal, como vai?

Muito bom ler os relatos de todos, de certa forma meio que desafogamos um pouco quando relatamos nosso dia-a-dia. Torço por todos, muita força e energia positiva!

Hoje é o meu 4º dia, ontem comi bastante fruta e muita salada verde para dar uma ajudada nos efeitos colaterais, mas senti um pouco de indisposição, sonolência, um pouco de dor de estomago e dor de cabeça e ao final do dia, percebi que meus olhos começaram a ficar amarelados (confesso que fiquei bem triste - tipo, vc não se reconhece) a minha sorte que uma amiga me tirou de casa e dei uma distraída.

Hoje acordei meio nauseado e, infelizmente, tomei a medicação em jejum devido a duas reuniões logo cedo no trabalho. Ainda estou com uma dor de cabeça chata.

Mas é isso, menos um dia ... e vamo que vamo!

Anônimo disse...

[22]

Cheguei no 23º dia de PEP.

Pessoal, é assim: primeiro ponto, você que está no início do tratamento só continue com a medicação. Lembre-se é passo a passo: a cada dia esteja forte ainda que surjam adversidades. Torço por vcs. Segundo ponto, galera que está no meio ou no fim do tratamento, vamos recuperar às forças e resistir até o fim da medicação. Bora fortalecer a mente e se animar, pois estamos comprometido com a nossa saúde e nosso bem estar. Enfim, torço por nós tb.

Olha, confesso que nessa fase do tratamento continuo ansioso, pois fico a olhar o calendário. Então, uma boa saída para essa inquietação é se comprometer com os afazeres e distrair a mente. Vale reforçar em nossa cabeça: "estou bem e vou continuar bem". Simbora!

Força e Força e mais Força
Benção de Deus pra gente.

Hugo.
--------------------------------------------------------------
¹ Preciso externalizar minha gratidão em palavras devido ao comentário do Lucas*. Cara, valeu por compartilhar. Olha, sem dúvidas o seu relato me faz acreditar num desfecho saudável para mim e para o pessoal do blog. Mais uma vez valeu. Muita luz no seu caminho, que sua vida seja repleta de saúde e sobretudo que a Sabedoria te guie. Lucas, deixo a vc um abraço.

² Dante*, tô na torcida, viu?! Mantenha-se forte: se alimente bem e além disso leve ao menos uma barra de cerais para assim não tomar a medicação em jejum. Dê atenção a isso e a água. Combinado?! sim Combinado. Força rapaz.

³ Nina, minha companheira de blog e msgs do dia a dia, tô na torcida viu?! Quero que vc seja maior que qq indisposição e fadiga. Antes de enfrentá-las descanse, assim penso que vc ficará bem. Só vamos continuar o tratamento e sermos forte. Deixo o abraço que já é de costume: um abraço com carinho.

* PEDRO, valeu. Simbora! Fechado então: Foco, Fé e Força.


Anônimo disse...

Dia 26! (Faltam 2, só 2!)

Aí gente, sabe quando estamos correndo e o cansaço começa a bater de forma intensa, mas vc sabe que está quase na linha de chegada, então não pode desistir? Tô me sentindo uma corredora nos últimos metros antes da chegada. Hoje voltei a ter a diarreia matinal, mas o dia apesar de corrido, foi tranquilo. Ontem acabei indo dormir mais cedo e acho que ajudou a ter pique para trabalhar. Tô ansiosa para terminar isso e voltar ao meu estado normal. Só desejo que o dia termine bem.

"Hoje eu só tenho um simples desejo, que o dia termine bem."

Nina

Simone Cardim disse...

Olá pessoal dei uma sumida mas estou acompanhando todos os relatos,então ainda não fui fazer o exame depois da pep provavelmente irei amanha me encontro passando muito mal pois já estava com problemas de gastrite e refluxo antes do início da pep talvez tenha piorado depois do tratamento,até mesmo que li que não é aconselhavel tomar a pep c medicamentos p o estomago,dia 30 irei realizar uma colonoscopia pois já estava marcado.
Enfim tenho que melhorar e ter coragem p fazer o exame não adianta fugir mesmo😐
C

Anônimo disse...

[PEDRO 3 e 4]

Dias corridos, não consegui escrever ontem.

Tomei minhas 3a e 4a doses nesses últimos dias. Por hora, nenhum efeito colateral. Nenhuma alteração em absolutamente nada. Achei, por uns momentos, que o branco dos meus olhos começaram a amarelar, mas acho que era a luz do ambiente que eu estava. Vamos ver nos próximos dias.

Ando tomando bastante (bastante!) líquido. Água, principalmente.

Creio também que os efeitos colaterais não se manifestaram porque eu prático bastante esporte. Bom, nesses dias eu não fiz muita coisa. Estava viajando. Mas em geral, sempre vou à academia e corro.

Quanto à alimentação, não mudei em nada. Sei que deveria estar comendo coisas mais saudáveis... Por hora, continuo comendo uma ou outra coisa frita (comi pastel esses dias), chocolate, bolo e queijo, pra nomear algumas coisas que deveriam estar menos presente na minha dieta. A única coisa que cortei mesmo foi álcool. Nada de cerveja ou vinho esses dias todos. E assim será até o fim!
Quanto aos bolos... esses eu não proneto que irei parar não! Hahaha

Faltam só 24! Um-sétimo já foi!!
Em algumas horas, faltarão só mais 23 doses! E assim a gente segue!

Foco e força, galera!

_______________

* Hugo, combinado! Combinadíssimo!!!

Anônimo disse...

[23]

Bora pro dia 24.

Antes outros comentários.

¹ Nina, força aí. Pelo sábado esperamos. Os dias vão terminar bem.

² Simone Cardim, melhoras. Se cuida viu?! Pensamentos construtivos, sim e sim. Inté.


24º dia da PEP

Assim, me peguei rindo de modo largado, pois tive companhia dum pessoal muito divertido, umas falas engraçadas. Assim, nesse desespero colocar-se em situações divertidas faz um bem.

Vale dizer também, quando dei por mim estava com sorriso e semblante harmonioso.

É verdade que o tratamento traz uma carga pesada para nosso dia a dia, mas hoje decidi comentar as brechas, o momento de descontração, enfim, o leve.

Bora manter o tratamento PEP. Força e Fé.
Venha Deus; nos abençoe. Amém

De um jeito leve, de Hugo.

Anônimo disse...

Boa tarde, preciso da ajuda de vocês pq não aguento mais esperar.
Estou no meu 26° dia de pep. Tomei todos os dias certo.
Transei com um soro positivo e a camisinha estourou em 30 horas procurei pra fazer o tratamento só que dentro desses dias eu tive a exposição ao vírus novamente. Alguém sabe me dizer se o remedio ajuda a combater essa nova exposição ?
Sobre os efeitos, são 26 dias de angústia, enjoos absurdos, agora minha pele está com umas bolinhas vermelhas tipo brotoeja, olhos e unhas amarelados, diarreia e perda de apetite.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 466   Recentes› Mais recentes»