quinta-feira

A Gafe

Sabe quando você tem vontade de matar uma pessoa? Pois é, é o que estou com vontade de fazer com ela. Sabe quando um(a) amigo(a) seu comete uma gafe e solta algo que não devia e principalmente pra quem não devia? Então...
E quando essa gafe pode fazer sua família descobrir a sua soropositividade para o hiv? Pois é, estou com um ódio mortal dessa pessoa. Quando as coisas começam a se tranqüilizar mais problemas preocupam a minha cabeça. Vontade de gritar! Não adiantaria mesmo.
Minha amiga cometeu uma gafe terrível, e o pior, quando falei da minha soropositividade pra ela havia atentado a possibilidade dessa gafe, pois conheço a peça. Batata! Não deu outra. Agora  acho que mais um primo desconfia de minha situação. Estou me sentindo triste. Parece que sempre erro quando tento acertar. Isso me lembra o debate do viver na omissão, ou se revelar e abraçar o mundo. Sinceramente, não me vejo em nenhum dos lados. Acho que eu, e apenas eu tenho o direito de escolher as pessoas que falo.
O problema é que nem sempre as pessoas entendem a gravidade dessa situação. No final das contas mais um arrependimento.
O que eu faço com minha amiga? Mato? Mando matar? To com muito ódio dessa atitude dela, embora eu saiba que não foi intencional.

8 comentários:

Gato Van de Kamp disse...

Vai fazer o que??? Mandar amta?? Não.. A gente instrui... Se vc conhecia a peça deveria ter pensado nisso, né, gatinho???

Paulo Braccini - Bratz disse...

releva querido e se for preciso exclui ... só isto ...

bjão

FOXX disse...

ai meu amigo...
seu medo das pessoas descobrirem é tão imenso q isso te sufoca...
parece um segundo armário...
qria tanto poder te ajudar...

Alguém Por Aí disse...

Braccini, obrigado pelo comentário prático, e objetivo. Gato... o leite já derramou, e Foxx, não parece, é um segundo armário, especialmente quando penso na reação da minha família, especialmente minha mãe. Acho que é um segundo armário mas bem mais complexo e com mais preconceito a ser enfrentado. Não quero me revelar para algumas pessoas e nem acho que tenho que sair do armário e levantar bandeira, com todo o respeito aos que fazem. Quero só ter uma vida comum, e não quero enfrentar o mundo. Pelo menos não nesse momento. Bjs
bjs

Cara Comum disse...

Ai, ai ai.. Eu tb tenho um amigo que uma vez fez uma gafe de um segredo no msn numa conversa a três, mas acabou passando batido...

Sabe, não se preocupe muito com isso não porque essas coisas que a gente não controla não tem como evitar, né?? Puxa a orelha de sua amiga e torça pela lerdeza do primo.

No mais, é assumir qualquer consequência num futuro...

Boa sorte aí!!

Beijos!!

Ro Fers disse...

Puxa que foda! Há pessoas que são tapadas, burras e distraídas por natureza, portanto infelizmente acho que tu se abriu para a pessoa errada.
Mas não teve ou não tem como consertar o fato? Disfarçar e tal?
Espero que seu primo mesmo desconfiando, fique na dele, pois sempre há algum membro da familia que é fofoqueiro, e tal...
Sei que não é fácil lhe aconselhar, mas... Viva intensamente, não se deixe abater por pensar nos outros...
Grande abraço!

Grupo Arco-Íris disse...

Olá! Fiz a pouco tempo um blog da ONG Grupo Arco-íris e iniciei uma busca na internet de informações e depoimentos sobre a soropositividade.
Acabei encontrando sua página na internet e gostaria de saber se posso divulgá-la e talvez utilizar o conteúdo das suas postagens (com o devido crédito) em nosso blog.
É muito importante encontrar pessoas que compartilham experiências comuns! Essa troca é fundamental para superarmos nossos desafios!
Fico aguardando o retorno.

Abraços

S.A.M disse...

ô meu filho, falar de coisas importantes pra gente boca aberta é a pior coisa que há!

Espero que esse primo que supostamente possa ter pego algo no ar, se toque e fique na dele.