quarta-feira

Despedida?

Tenho me afastado aos poucos de contatos (reais e virtuais). Ontem numa atitude inédita joguei todas minhas fichas na mesa. Apostei no acaso, no desconhecido. Meio que intuitivamente confiei numa pessoa e falei um monte de coisas. Fiquei surpreso e com medo de mim.
Estranho é que isso ocorreu exatamente num momento em que estou fugindo do mundo. Acho que tenho buscado motivos para sumir da internet. Primeiro foi meu MSN “real”, depois  as redes sociais que fazia parte. Seria essa atitude uma busca, uma vontade inconsciente de apagar o blog? De alguma forma buscar um motivo que justifique fazer isso?
Tenho uma relação muito grande com esse espaço e me sinto bem aqui, mas tenho repensado muito se devo ou não continuar escrevendo.
Isso porque tenho tentado esquecer o HIV. Buscado não pensar muito nele e de alguma forma sair da rotina. A rede de pessoas que conheci aqui foi importantíssima em muitos momentos na minha vida e na elaboração de muitas questões. Outras me fizeram perceber o quanto eu ainda preciso elaborar outras questões. Mas, certamente tenho um carinho muito grande por muitas pessoas e personagens da blogosfera.
Mas por que me isolar do mundo virtual? Seria essa a caverna que estou entrando na tentativa de assistir a dor mais de longe? Talvez. Mas acho que também tem a ver com outras demandas que surgem e que o blog não me deixava resolver.
Independente de qualquer coisa, registro aqui meu carinho e a importância de vocês na elaboração dessa doença. Obrigado a todos por ter construído parte da minha história e de alguma forma ter colaborado pra minha vida.
Não apagarei o blog nesse momento, mas certamente me afastarei dele para que algumas coisas fiquem menos confusas na minha cabeça. Mais uma vez, obrigado a todos!


11 comentários:

Três Egos disse...

acho que é uma escolha sua, um momento seu. talvez vc tenha feito o blog justamente focado no hiv, o q não é ruim. mas se talvez vc desse enfoque a outras coisas, a coisas além do hiv, a coisas cotidianas, a coisas simples, mas sua também... rs

abraço!

Gato Van de Kamp disse...

Tão difícil pra mim falar sobre isso.. Sei lá, não recomendo apagar, não mesmo.. Uma afastada??? Uma retirada estratégica??? É uma.. Deixa ai, pode ajudar outras pessoas que estão na mes situação, vc mesmo vai sentir falta de escrever uma coisa outra num outro momento... Só não consigo ver motivos pra apagar... Mas tb n sei, né??? Vc diz ai que o blog atrapalha vc resolver algumas coisas (n consigo imaginar o que) e diz em se fechar na internet (como se internet e a vida fora dela fossem coisas excludentes)... Bah sei lá...

Mas o q vc resolver tah resolvido.. A gente aguenta... O movimento costuma ser esse mesmo...

Alguém Por Aí disse...

Olá Três Egos... acho que isso não significa o fim do blog... na verdade tenho certeza. Acho que tá mais pra uma saída estratégica como o Gato falou. Pra ser sincero eu tava viciadíssimo na blogosfera, e preciso desse tempo.

Olá Gato. Vou deixar o blog aqui... na verdade eu só tô formalizando o que já vem acontecendo... minha saída estratégica. Acho que é isso. Mas certamente voltarei pra contar mais sobre meu cotidiano com o HIV. Não por quanto tempo, mas preciso disso. Um grande abraço!

Não me abandonem, não me desesperem pq eu nao posso ficar sem vcs!! A música da Shakira foi mais uma veia mexicana (ou seria colombiana? rs) que habita em mim, mas eu volto. Um grande abraço!

FOXX disse...

ah não, não apaga o blog... por favor, nem some, não me abandona! =)

Fred disse...

Cara... nem posso dizer nada pois sou um "deletador de blogs" profissional... hehehe! Acho que cada um sabe a hora de sair de cena... aos amigos leitores resta respeitar e - claro - lamentar. Mas ainda acho que fechar essa "porta" pode ser um erro. Talvez - só uma suposição - seria encerrar a "doença" num quarto escuro e se abrir para todo resto e tudo de melhor que essa convivência "virtual" pode te trazer.
E coloquei doença entre aspas não por minimizar teu drama, mas simplesmente por (eu pelo menos) NUNCA te vi - ou te reduzi - a um doente.
Que tomes a melhor decisão, mas se ainda puder te influenciar fica meu pedido registrado pública e oficialmente: fica conosco!
Hugzzzzzzzzz!

Anônimo disse...

Li os atrasados. Não há muito que falar, pois acredito que já comentei sobre tudo. Só fiquei um pouco triste do seu afastamento, mas entendo a sua posição e respeito. Espero que volte o mais breve possível. Abração

Cara Comum disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cara Comum disse...

Eu entendo que às vezes a gente tem um certo conflito entre nutrir um blog ou resolver compromissos da vida real (trabalho, vida acadêmica, namorado ciumento, ...). E a gente pode até chegar à conclusão de que o blog não é a prioridade.

Mas apagar, para mim, é tentar negar o passado. E o passado tem mesmo que ser esquecido?? Não que o passado defina alguém irremediavelmente, mas é uma parte constitutiva importante...

Fico feliz de lembrar coisas ruins do meu passado e ver que consigo hoje lidar de uma forma melhor (mesmo que não esteja lidando bem ainda). Me dá mais força perceber que sou capaz de vencer certos monstros internos (ou de que pude transformar a derrota em empate)...

Mas como tudo o que eu falei aí em cima é sobre o que EU penso, pode ser que vc tome outra decisão. E, mesmo sem saber se eu já posso me considerar seu amigo, te apoio em sua decisão como um bom amigo faria.

No mais, espero que vc seja feliz, acima de tudo. E queria agradecer por todos os momentos em que vc me fez sentir mais humano e que me fez refletir junto contigo.

E, para finalizar, fica a dica pra analisar essas atitudes que a gente toma de forma contraditória ao que a gente definiu pra nossa vida. Elas podem ser pistas de algo importante...

Grande beijo, meu bem!! E muita paz!

Alguém Por Aí disse...

Querido Foxx, abandoná-lo jamais! Obrigado por tudo sempre!

Fred, fiquei muito emocionado com suas palavras. Obrigado por nunca ter me visto como um doente. Eu não apagarei o blog. Pelo menos não nesse momento. Mas realmente preciso de um tempo. E tem outra, eu já me viciei em vocês! Não consigo ficar longe mto tempo. RS Bjao

Anônimo Pablo, qualquer coisa que eu fale aqui não poderia expressar o quanto vc é especial. Obrigado por existir na minha vida!

Cara Comum, certamente esse blog traz muito de minha história. Você certamente pode ser considerado um amigo, e vc já sabe disso. Obrigado pelas palavras. Acho que eu voltarei ainda aqui pra falar mais da minha convivência com esse ser do meu sangue, mas preciso desse tempo. Obrigado pelo apoio de sempre!

Ro Fers disse...

Que bom que o blog lhe faz bem, que esse espaço de alguma forma lhe ajuda.
Portanto não se repreenda em escrever.
Se queres esquecer da doença, escreva algo que te faça esquecer...
Se queira lembrar da doença, desabafar sobre as dificuldades, não tenha dó das palavras, se livre de tudo aquilo que lhe perturba, escrever faz bem para alma...
Aproveito para dizer que as suas palavras são sempre bem colocadas...
Forte abraço!

tecas disse...

Há dias em que tudo nos parece negro e desejamos fugir...mas sempre existe uma força interior que nos leva a recuar. O facto de saber que o leem, é muito bom, pois revitaliza a energia interior. E ainda bem...pois escreve muito bem.
Abraço amigo.