quarta-feira

Mensagem do Além

Lembro-me bem do primeiro de janeiro de 2011. Joguei flores pra Yemanjá (na verdade um pouco antes do réveillon). Peguei esse hábito com a mãe de uma amiga e resolvi manter, pois até então tudo deu certo. Esse ano foi um pouco diferente dos outros, joguei muitas palmas e mentalizei meus pedidos como sempre. Mas faltou um pedido... saúde. Até brinquei com  orixá na minha cabeça pensando “to com muita saúde. Esse ano me dê um pouquinho de dinheiro.” Minha vontade agora é enfiar o dinheiro no c*. 

Um pouco antes, na comemoração de Natal que ocorreu na casa de um primo, a família toda estava reunida. Duas pessoas se aproximaram de mim (a sogra e o cunhado de minha irmã). Sempre dei muita atenção a essas duas pessoas, especialmente porque temos uma afinidade religiosa em comum. Eles me incentivaram a freqüentar o kardecismo, doutrina que fui adepto durante boa parte de minha adolescência e com a qual tenho muito carinho.

“Ninguém, eu nem sei como te falar isso. Mas, pode não ser nada, pode ser. Bem, recebemos uma mensagem. Tome muito cuidado nas relações sexuais. Não ta nada certo mas cuidado com a AIDS.”
Saí de lá sem entender muito bem, ou melhor, fingindo não entender muito bem o recado. Até porque sempre fiz relação sexual com camisinha, fato que mantém um sentimento de injustiça divina constante no meu ser. Continuei me prevenindo, mas no mês de janeiro dois acidentes aconteceram.

Nesse mesmo período encontro um conhecido num ônibus. Conversamos um pouco e num determinado momento, falando de preconceito, ele relata que é soropositivo. Achei que fosse loucura da cabeça dele e não dei muita importância, especialmente pela naturalidade que ele falou. Achei aquilo muito esquisito. Não comentei com ninguém até mesmo por questões éticas internas.

Analisando essa fase da minha vida é inevitável pensar que os astros, o além, os orixás, Deus, um espírito de luz... alguém queria me avisar algo.


8 comentários:

Pablo disse...

Nossa! Você está falando sério quanto a isso? Arrepiei-me com a sua história. Essas coisas de espírito em deixam temeroso. Não gosto nem de pensar muito. Mas que é sinistra essa história, isto é. Bom! Há sempre uma explicação pra tudo. O que percebi é que há alguma coisa. Uma força ou energia, que está próxima a você. Busque exercitar a sua espiritualidade. Isso sempre traz conforto, mesmo não trazendo respostas. Tenho umas cartas de Tarô lá em casa, posso abrir o jogo pra você.

Eros de Vênus disse...

Sou espírita tb...E antes mesmo de fazer o exame, eu já pressentia que algo não estivesse bem em mim. Tive um sonho inclusive, muito antes disso tudo acontecer e ao qual não dei muita importancia na ocasião...Bem...o fato é que, eu fui avisado, só não dei importancia na época. Nós recebemos ajuda, todo o tempo...seja por sonhos, intuições, "coincidências" e até avisos mais diretos como em seu caso...mas...insistimos em achar que temos total domínio das nossas vidas...doce ilusão. Por outro lado tb, creio que na aconteça sem a vontade de Deus...Maktub! Abraço, Eros

Ninguém por aí disse...

Pois é Eros (ficou esquisito o "é" "é", rs), eu pensei seriamente em colocar o nome do post de Maktub. Tenho sentido falta de me espiritualizar mais. Penso que devo procurar um grupo espírita. Muito obrigado pela visita! Reforço que gosto muito do seu blog. Pablo, desde quando você joga Tarot? Mas sim, tudo é verdade. Fora o filme Califórnia que contei nesse post: http://ninguemporai.blogspot.com/2011/06/primeira-consulta.html

Um abraço

Anônimo disse...

Cris

Gente que coisa absurda... Medo.. Eu ia brincar falando pra vc meter o dinheiro no meu cu, mas deixa isso pra lá...

É tão complicado, pk como Eros disse os sinais estão ai, mas tb tem tanto alarme falsa, tanta coisa que parece uma e no fundo é outra, que fica dificil da gente dar um palpite, mas eu procuraria a pessoa pra falar qq coisa... Nem sei dizer o que...

Helena disse...

Eu cética até ontem, estou frequentando um centro espírita e tenho vivenciado algumas formas de energia diferente... vamos comigo? no mínimo vc sairá de lá menos angustiado.
Ai, to até vendo o Cris lendo isso e ficando apavorado! O mundo está acabando, meu caro!

Pablo disse...

KKKKKKKKKKKK! Helena, você é impagável! O que 2012 não faz com as pessoas? Tenho fé em tanta coisa que nem sei em que me pegar, mas prefiro assim. É sempre bom ter opções! Cris, eu tinha pensando em comentar algo sobre o dinheiro também, mas o papo ficou tão esquisito que nem tentei. Hehehe!

Ninguém por aí disse...

Amigos escrevi um comentário imenso e a internet caiu (to na estrada). Mas preciso dizer que estou MUITO chocado com a conversão de Helena. Sempre foi uma atéia convicta. To bege! Mas vamos combinar de ir ao centro espírita sim.

Helena disse...

Ai gente, eu não me converti, convertii mesmo.. só estou me abrindo mais.... rsrs. Melhor fechar, né?!

Só sei que preciso ter fé. E não dá para comprá-la no mercado, então estou tentando cultivar..

No sábado vou num festa de Exú, tão afim?